Wellington paulista veste a camisa da Macaca, promete empenho, raça e quer mostrar seu faro de gol durante toda temporada

Foto: PontePress/RodrigoCeregatti

 

Oficialmente apresentado com a camisa da Ponte Preta, Wellington Paulista, o mais novo atacante da alvinegra, se mostra motivado em começar a temporada de 2016 na Macaca. O atleta, desde o fim do ano passado, não via a hora de integrar o time campineiro. “Todas as negociações que eu participo sou eu que decido. Sempre eu que determino para onde vou e desde quando chegou o primeiro contato da Ponte Preta eu sempre quis vir para cá. Fiquei o final do ano todo esperando a negociação. O empresário me ligava, falava que me queriam aqui também e acho que o mais importante foi acertar. Não tinha cabeça em voltar para o Fluminense e meu contato era só com a Ponte Preta. Fiquei ansioso para que se resolvesse e deu tudo certo”, revela o artilheiro, que apesar de viver de gols, como todo jogador da sua função, quer mostrar muito mais que isso.

 

“Não sou de prometer gols. Prometo empenho, raça e determinação, que é a minha característica. Os gols sairão naturalmente e espero que eu possa ajudar a Ponte da melhor maneira possível. Todo campeonato que eu disputo eu espero ser artilheiro. Já fui vice artilheiro do Paulistão uma vez e vou brigar para estar lá em cima de novo. Não só no Paulistão, mas na temporada toda vou buscar fazer gols”, acredita o atleta.

 

Sobre o primeiro contato com a Nação Alvinegra, Wellington sabe que é uma torcida exigente e vai fazer de tudo para ter o apoio dela os 90 minutos. “Já conheço a torcida da Ponte há tempos. Toda vez que vim jogar aqui foi complicado. Os torcedores incentivam bastante, praticamente o tempo todo. Temos que ter eles do nosso lado. Vamos correr dentro de campo, e com gols e vitórias deixar eles felizes. Não importa como, vamos tentar conquistar e estar dentro de campo para ajudar”, afirma o centroavante, que se mostra confiante na preparação nesse início de ano.

 

“Sei do que posso fazer e onde posso ajudar. Tenho que trabalhar. Preciso estar bem fisicamente. Me conheço bem e, quando não faço a pré-temporada, para mim é desgastante o tempo todo. Estou começando bem, fazendo tudo certinho, me ambientando com o grupo, que é muito bom de jogadores e vamos buscar primeiramente o título paulista e depois vamos ver o que faremos no Brasileiro”, completa.

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS