Primeira votação do Projeto de Lei pró-Arena será nesta segunda (20): torcedor pontepretano, compareça à Câmara de Vereadores e apóie a aprovação de nossa nova casa

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/DJotaCarvalho

A Câmara Municipal de Vereadores de Campinas vai realizar nesta segunda-feira (20) a primeira votação do projeto de lei pró-Arena Ponte Preta. A sessão terá início às 18 horas, inicialmente com a tribuna aberta, período no qual os vereadores que quiserem podem abordar quaisquer assuntos de interesse. As votações propriamente ditas devem se iniciar por volta das 19 horas. O projeto de lei, de autoria do prefeito Jonas Donizete, altera os termos da lei de 1975 que fez a doação do terreno do Jardim Eulina – onde hoje se encontra o Centro de Treinamentos da Ponte Preta – à instituição alvinegra. O projeto reforça que os termos foram cumpridos e faz no texto as mudanças necessárias para permitir que no local seja construída o Complexo Arena Multiuso da Macaca.

 

“A Ponte Preta é o primeiro time de futebol do Brasil (fundado como tal e em funcionamento ininterrupto desde sua criação) e está caminhando para ser pioneira como um dos times brasileiros a ter uma Arena Multiuso. O que este projeto propõe é simples: um terreno foi doado à Ponte para uma função e agora o time encontra a necessidade de usá-lo de outras formas, assim há a necessidade de pedir ao doador que mude a condição”, explica o secretário municipal de negócios jurídicos Mário Orlando

 

Ainda de acordo com o projeto, a Ponte Preta terá dez anos – prorrogáveis por outros dez – para executar todas as obras a que se propõe no local e que poderá ter parceiros para isso, no entanto o terreno será sempre da Ponte Preta – que pretende concluir a Arena em um prazo de até três anos. Além disso, de maneira inédita, a nova lei prevê a destinação de 2% dos lucros da Arena para fundos municipais de apoio ao esporte e esporte amador.

 

O torcedor pontepretano que quiser pode comparecer à Câmara Municipal no dia da votação para apoiar a aprovação do projeto, que será mais um importante passo rumo à construção da Arena Ponte Preta. Vale lembrar que para se tornar lei o projeto terá de ser aprovado nesta primeira votação e também em segunda votação pelos vereadores. A partir daí, volta para ser sancionado pelo prefeito e tornar-se lei.

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS