Volante Magal enfatiza: para o grupo, importante é fazer o melhor e disputar de forma honrosa todas as competições

 

A Ponte Preta vive uma situação curiosa: se vencer o Nacional-AM amanhã e confirmar a vantagem no jogo seguinte, segue para as oitavas de final da Copa do Brasil, mas em virtude das regras impostas pela competição automaticamente abre mão da vaga que tem na Sul Americana. Com isso, o que fazer na noite desta quarta? A resposta dos jogadores é uma só: jogar para vencer, como sempre.
 
“Cada competição tem seu peso, mas nós, como jogadores, queremos fazer nosso melhor e vencer, independentemente de em qual competição prosseguiremos. Quando estamos em campo temos que pensar grande, pensar em chegar nas finais daquele torneio em que estamos e sempre disputar de maneira honrosa qualquer partida que jogamos com a camisa da Ponte Preta”, diz o volante Magal, resumindo o pensamento do elenco.
 
O atleta ressalta ainda que a equipe entrará em campo amanhã, diante da torcida, para conquistar a primeira vitória no Majestoso após o Paulista. “Nos cobramos muito em relação a não ter uma vitória em casa desde então, o fator casa tem que pesar a nosso favor e isso não vem acontecendo. Esperamos que já nesta partida possamos reverter isso, ter a primeira vitória em casa neste período e não somente pagar uma dívida com torcedor que vem nos assistir, mas vencermos por nós mesmos. Sentimos esse clima ruim de não ter vitória em casa ainda, então vamos começar agora e virão várias outras.”
 
Magal, que se diz indiferente a atuar como primeiro ou segundo volante desde que possa ajudar melhor a equipe, destaca que a ideia é emendar dois resultados positivos seguidos no Moisés Lucarelli, no entanto o foco agora é o time do Amazonas. “Temos que pensar jogo a jogo. Primeiro pensamos no Náutico, agora no Nacional e assim sucessivamente. Então  primeiro vamos focar em ganhar na quarta feira, como mandante, e depois pensamos no Bahia”, pontua.
 
Ele admite, porém, que o jogo que vem na sequência também é crucial para o futuro alvinegro. “O reinicio no Brasileiro com vitória foi de suma importância para nós, mas ainda tem muito a acontecer. Aquele foi um primeiro passo, mas temos que alcançar mais vitórias para nos distanciar da zona de rebaixamento, que ainda nos ronda. Ficamos contentes com aquele resultado, mas sabemos que temos que ir além já a partir do final de semana”, finaliza.

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS