Vindo do Atlético-PR, meia Elias diz que junto com o grupo vai tirar Ponte do momento difícil no Brasileiro

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/VictorHafner

 

O meio-campista Elias chegou há algumas semanas e tem sido utilizado pelo técnico Jorginho. O atleta já entrou em duas partidas, mas não pôde atuar diante do Atlético-PR na rodada passada do Campeonato Brasileiro, por ser emprestado do clube paranaense. O jogador – que treina nesta tarde com o grupo alvinegro no Majestoso e na sequência segue viagem ao Rio de Janeiro – tem correspondido nas vezes que entrou e conta que sente a força da nação alvinegra.
 
 
“A emoção é muito grande. Nós jogadores, de dentro do ônibus,vendo essa torcida logo na chegada… é muito bom. Uma energia a mais e não é em todos os lugares que encontramos isso. Em apenas 15 dias que estou aqui já estou muito emocionado de ver essa torcida. Espero retribuir essa energia dentro de campo vencendo jogos pela Ponte Preta”, afirma Elias.
 
 
Ele conta que resolveu trocar o Atlético-PR, que está no topo da tabela, para contribuir com seu futebol na luta da Ponte Preta em permanecer na Série A do nacional. “Eu sou um atleta que gosta de desafios na carreira. Poderia ficar bem lá no Atlético-PR. Mas apareceu esse desafio e não pensei duas vezes, até porque já é um namoro antigo com a Ponte. Aceitei esse desafio porque acredito e sei que posso ajudar. Estou muito motivado, o ambiente é bom e vamos fazer de tudo para tirar a Ponte dessa situação”, confia.
 
 
Já nesse sábado (28), diante do Botafogo, o atleta quer ver a Ponte conquistando os resultados que merece. “Sabemos que é um jogo muito difícil. Estamos jogando bem, até esse jogo contra o Atlético-PR fomos superiores o tempo todo. Temos que continuar jogando bem, esse é o caminho e consequentemente as vitórias virão”, afirma o meio-campista, que não vê briga por posição com Adrianinho, um dos titulares do time.
 
 
“Eu respeito muito o Adrianinho. Grande jogador e não estou aqui para concorrer com ninguém. Estou aqui para somar. Podemos jogar os dois juntos e cada um procurar o espaço. De qualquer jeito eu vim para ajudar a Ponte. Estou muito feliz em estar aqui no clube e quando tem qualidade não tem problema em jogar junto”, completa Elias.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS