Técnico na partida pela Copa do Brasil, Vaguinho diz que equipe foi determinada e reporta a Vadão: missão dada, missão cumprida

 

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePreta/DJotaCarvalho

Responsável pelo comando da Ponte Preta na noite desta quarta-feira (12), o auxiliar técnico Vaguinho acredita que a vitória por 4 a 1 da Macaca pela Copa do Brasil diante do Náutico-RR – que já garantiu a Macaca na próxima fase sem necessidade de um segundo jogo – mostrou a competência do elenco alvinegro.

“O time correspondeu. Já sabiamos do potencial do nosso grupo e viemos para eliminar o jogo de volta. Conseguimos o nosso objetivo”, afirma Vaguinho, que não esconde que a pressão do time da casa e o gol logo no início do adversário foram surpreendentes: “O gol deles assustou. Tivemso um início desatento, mas a equipe teve determinação, vontade e todos estão de parabéns pelo placar.”

Vaguinho também se mostrou contente com o desempenho dos laterais da Ponte no confronto dessa noite. “O Carleto cansou no final e isso foi normal. Fez o seu melhor. O Neílson também correspondeu. Agora é com o Vadão dar sequência na busca da melhor formação”, ressalta o auxiliar.

O auxliar técnico encerra em um tom brincalhão, dirigindo-se ao técnico pontepretano que espera o retorno do grupo a Campinas, previsto para a tarde de hoje. “Quero falar para o Vadão que a missão foi dada e foi cumprida”, brinca o braço direito do treinador, referindo-se à classificação da Macaca para a fase seguinte.

Um dos destaques do jogo da noite, Rossi, autor do terceiro gol da Ponte Preta também se mostrou satisfeito com o resultado. “O objetivo era fazer mais de dois gols fora de casa e conseguimos. Agora é pensar no jogo contra o Palmeiras, que será um confronto muito difícil”, diz.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS