Vadão afirma que elenco precisa resgatar espírito e pegada em campo: Ponte Preta é gana, garra, luta

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/VictorHafner

Após três vitórias seguidas à frente do comando da Macaca, o técnico Vadão sofreu nesse sábado – para o Atlético Sorocaba – a segunda derrota consecutiva no Campeonato Paulista desde que assumiu o comando do time. Para Vadão, o problema da derrota de ontem foi a falta de pegada do time – o técnico refuta as afirmações de comentaristas que afirmam que o elenco é fraco.

 “O nosso problema não é elenco. Não vamos nos precipitar e afirmar uma coisa dessas. Ontem nós tínhamos o jogo em nossas mãos e entregamos de bandeja. Não foi problema de elenco, foi incompetência nossa, pois tínhamos condições de ter vencido hoje e não vencemos. O fato de reforçar o elenco nós vamos pensar mais para frente, para o Brasileiro”, explicou o comandante alvinegro.

Vadão acredita que o que faltou ao grupo nos últimos dois jogos foi o espírito que a equipe mostrou nos jogos contra Corinthians e São Paulo, que ele define como exemplar. O comandante pontepretano garante que é fundamental a equipe retomar esta pegada rapidamente.

 “Precisamos voltar a ter o espírito de jogo que a Ponte teve naquelas vitórias contra Corinthians e São Paulo: uma equipe acesa o tempo todo, ligada o tempo todo. Ponte Preta é gana, garra, luta. É lógico que completando com técnica, o time fica muito bom. Mas antes de tudo nós precisamos resgatar esse espírito”, pontua. 

O treinador comanda nesta segunda, às 15 horas, o primeiro treino da semana visando à próxima partida do Paulistão, às 19h30 de quarta-feira no Moisés Lucarelli, contra o Linense.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS