Após primeira derrota da Macaca no Majestoso, Vadão lamenta: foi um dia que nada deu certo para nós

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePreta/VictorHafner

 

A derrota para o Ituano nesta quarta-feira (12) foi a primeira do treinador Vadão no comando da Ponte Preta, bem como a primeira do ano no Majestoso. O técnico aponta as falhas defensivas como fundamentais para o resultado adverso. “A Ponte jogou muito mal e o Ituano muito bem, então ficou uma disparidade grande. Acabou havendo uma certa desatenção na defesa, que gerou os dois últimos gols, principalmente com falta de comunicação para cobrir os espaços. Foi um dia que nada deu certo para nós e tudo deu certo para eles.”

 

O comandante da Macaca também faz ressalvas sobre o modo com que o time se comportou no ataque. “Não conseguimos armar as jogadas e começamos a insistir em jogar pelo meio. O certo seria rodar a bola e fazer ela cair no Magal e no Ferrugem para acionar o Ademir e o Silvinho pelos lados para ir avançando aos poucos. Nós falamos na beira do campo e no intervalo, mas não conseguimos corrigir”, diz Vadão.

 

O treinador, porém, minimiza o fato de perder a invencibilidade à frente da equipe alvinegra e garante que o foco segue firme na classificação. “O que nós precisamos é manter uma média. É difícil você ficar nos 100% e não tínhamos pretensão de permanecer nisso. O que vai dar a classificação é uma boa média, e é isso que temos que buscar”, afirma Vadão.

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS