Eduardo Baptista comenta empate contra o Figueirense e fala da possível estreia de Wendel contra o Santos

Crédito obrigatório para reprodução:
Fabio Leoni / PontePress

 

Avaliando  empate contra o Figueirense pela partida de ida da terceira fase da Copa do Brasil, o técnico Eduardo Baptista  elogia o posicionamento defensivo da equipe que, na opinião dele, enfrentou dificuldades causadas inclusive pela ausência de atletas lesionado, mas fez uma partida sem sustos.

“Foi um jogo muito complicado. Teve a estreia do treinador deles, o que motiva a equipe, mas a Ponte Preta defensivamente esteve muito bem postada. Praticamente não tivemos sustos, fomos equilibrados. O campo atrapalhou um pouco, um pouco fofo, mas tentamos e buscamos o jogos. Chegamos bem com velocidade, mas faltou tranquilidade para finalizar", diz.

Baptista destaca que, agora, a decisão é no Majestoso e com a presença da torcida alvnegra, no próximo dia 27. "Agora temos o segundo tempo em casa para nos classificar. Ontem tivemos a proposta de jogar e fazer o gol, tentamos aproximar e compactar na frente e nos minutos finais a pressão do Figueirense foi normal. Vamos buscar a conquista da vaga na próxima etapa com afinco, mas agora é focar no Santos, pelo Brasileiro”, diz..

Baptista ressaltou a importância do elenco nessa maratona de jogos. “O calendário brasileiro é apertado e com jogos pesados. E ontem foi mais um jogo assim, tivemos que rodar o elenco. Infelizmente tivemos algumas perda, mas temos trabalhado o elenco todo., para deixar todos prontos para entrar quando preciso. Tem que ter um elenco hábil e treinado para dar conta dessa quantidade de jogos”, diz – Rene Jr., Felipe Azevedo, Thiago Galhardo e Kadu foram ausências ontem e devem desfalcar o time por mais tempo.

Por outro lado, o treinador dá as boas vindas ao volante Wendel , que deve chegar hoje para exames e, se estiver em condições dísicas e burocráticas, pode estrear já no sábado. “Com a perda do Renê nós acertamos com o Wendel. Ele trabalhou comigo dois anos no Sport, foi capitão, fez um brasileiro muito bom em 2014 e 2015. Entramos em contato com ele e está muito feliz de vir pra cá. Além de um grande jogador é um grande homem. Sabe como eu penso e vem pra somar e fazer um grupo forte”, finaliza.

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS