Ponte retorna aos trabalhos e Gustavo Bueno fala sobre time que deve enfrentar o Sport e montagem do elenco para 2016

 

Crédito obrigatório para reprodução da imagem:

PontePress/FábioLeoni

 

Após dois dias de folga, a equipe da Ponte Preta retornou aos trabalhos na tarde dessa terça-feira (01) com treinamento no estádio Moisés Lucarelli. O gerente de futebol Gustavo Bueno aproveitou a ocasião para falar sobre o planejamento da Macaca para a última partida do Campeonato Brasileiro diante do Sport no próximo domingo (06).

“Em virtude de não termos alcançado nosso segundo objetivo, que era a vaga na Libertadores, em um reunião de consenso comissão técnica e diretoria, nós optamos para utilização de alguns jogadores no jogo do Sport que não vem sendo aproveitados e fazem parte  do nosso planejamento de 2016. Esse jogo vai servir para observarmos os nossos atletas e vamos deixar alguns outros de fora”, explica Gustavo Bueno, que ainda dá mais detalhes sobre quem irá ficar de fora.

“A princípio são quatro atletas que vã ficar de fora desse jogo e inclusive já foi conversado isso com eles. O Marcelo Lomba, que é o jogador que mais jogou na Ponte Preta esse ano e, com a eminência do nascimento do filho, temos essa oportunidade de observar o João Carlos. Essa não escalação dele não muda em nada nosso interesse na permanência, estamos trabalhando isso com o Bahia. O Rodinei nós já recebemos o comunicado do representante dele que não irá permanecer no ano que vem. O Fernando Bob é uma questão mais médica, já que ele vem sentindo incomodo no joelho e será poupado e se torna uma possibilidade de observar o Serrato. E o Biro Biro porque ele termina o contrato e vai retornar ao Fluminense e podemos de repente testar o Leandrinho. Lembrando que todas as decisões de escalação ficam a cargo do treinador Felipe Moreira que pode definir quais jogadores vão atuar fora. Todos os jogadores fora esses quatro seguem a disposição e quem tem contrato terminando será decidido após o término da competição, assim com a questão do treinador.”

O gerente de futebol também analisa a campanha da Ponte neste Brasileirão. “Nós fizemos uma excelente campanha. Se reuníssemos a nação pontepretana no começo do ano e perguntássemos qual seria o objetivo, certeza que todos falariam que era a manutenção, e isso foi conseguido com sete rodadas de antecedência. A Libertadores, quem não gostaria de ficar marcado para a história? Mas é muito difícil, nós tentamos, mas infelizmente não conseguimos. De 16 anos de Série A com pontos corridos a Ponte disputou seis ou sete vezes. Não adianta querermos criar a expectativa que a Ponte Preta vai disputar Brasileiro para chegar à Libertadores e ser campeão. O torcedor tem que entender que, a curto e médio prazo, o objetivo é de permanecer. Essa foi a melhor campanha da Ponte Preta na história da Série A de pontos corridos. Dos quatro clubes que subiram a Ponte é o único que não brigou pelo rebaixamento e não esteve ameaçada em nenhum momento”, pontua Gustavo Bueno, que segue com exemplos dessa diferença.

“Se pegarmos o time B do Corinthians que ganhou do São Paulo e enfrentou o Sport, é um time que se vem treinando e jogando desde o começo poderia pegar G4. Sem contar que o menor salário dessa equipe B é o maior da Ponte. Outro dado que eu volto a destacar, nós vamos fazer um 2016 com um orçamento correspondente à 13% do que o Palmeiras teve nesse ano. Então não podemos jogar o que foi feito fora, mas sim valorizar tudo o que conseguimos.”

A montagem do grupo para a próxima temporada também mereceu atenção de gerente alvinegro. “A Ponte Preta sempre teve o pensamento de buscar uma realidade financeira e não será diferente. Vamos buscar a manutenção dos jogadores para manter a base desse ano e contratações dentro da nossa realidade financeira, não vamos fazer loucuras. Nós já temos encaminhado a situação com um atleta para substituir o Rodinei que é um lateral que jogou bastante e que tenho certeza que vai agradar. Temos um pré-contrato encaminhado e deve estar concretizada até segunda ou terça-feira. O Rafael Carioca está acertando a situação com o Paraná e já temos tudo acertado com o empresário dele para se apresentar aqui em janeiro”, diz Gustavo Bueno, que termina falando sobre os jogadores emprestados pela Macaca que devem retornar ao elenco.

“O Ferrugem está emprestado para o Sport e estamos esperando uma definição deles para prorrogar o empréstimo ou não. Se não ficar lá ele irá se apresentar aqui normalmente. O Rafael Ratão e o Raphael Silva também vão retornar para a temporada seguinte.”

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS