Time de futebol feminino da Universidade de Nevada-EUA visita o Majestoso e conhece jogadores da Macaca

Equipe composta por 17 atletas profissionais está enfrentando times brasileiros; ex-lateral alvinegro Zé Maria e prefeito de São Paulo também foram ao estádio no domingo

As vitalícias do Majestoso estavam mais bonitas e com sotaque americano neste domingo. Uma comitiva de 17 atletas do time de futebol da Universidade de Nevada, acompanhada pela técnica Melissa "Missy" Price e comissão técnica, assistiu à partida entre Ponte Preta e São Paulo. Após o jogo, a equipe fez um tour pelo Majestoso, conheceu o Memorial da ponte e tirou fotos com os jogadores no Salão Nobre.

As moças ficaram impressionadas com a história da Ponte Preta – em especial pelo fato de ser o primeiro time do Brasil e primeira democracia racial brasileira – e gostaram do jogo, apesar de estarem torcendo pela Ponte Preta e a Macaca não ter estreado bem no Brasileiro.

A equipe – cujo apelido é "Alcatéia", já que o símbolo da universidade é o lobo – joga na terça-feira contra um time feminino da Ferroviária amanhã. No site oficial da universidade, a técnica Missy – que fez vários elogios a estrutura pontepretana – ressalta que o Brasil é sede da Copa de 2014 e o país que revelou os maiores talentos do futebol na história, citando Pelé e Marta.

Outro torcedor diferenciado que esteve no Moisés Lucarelli neste domingo foi Zé Maria, ex-lateral da Ponte Preta e da Inter de Milão, que atualmente é técnico de futebol. "Acho que a Ponte merecia melhor sorte no jogo. Mas acredito que o time irá se encaixar melhor e fazer um bom Brasileirão", diz Zé Maria.

Por fim, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, também foi à partida. Acompanhado pelo deputado federal e cidadão pontepretano Guilherme Campos, o político paulistano – que tem primos na cidade de Campinas – foi recepcionado pelo presidente Márcio Della Volpe e o presidente de honra Sérgio Carnielli.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS