STJD: jurídico da Macaca consegue minimizar pena de Lauro e Moisés Ribeiro para advertência simples

O preparador de goleiros Lauro e o volante Moisés Ribeiro poderão estar presentes no dérbi deste domingo sem nenhum problema. No julgamento do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol nesta tarde, no qual ambos foram julgados pela expulsão ocorrida na partida contra o Operário pela segunda rodada da série B, após a defesa realizada pelo Jurídico alvinegro o STJD definiu por  advertência nos dois casos.

“Lauro foi denunciado no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva e poderia pegar de uma a seis partidas de suspensão, mas conseguimos a conversão em simples advertência. Já Moisés Ribeiro foi denunciado no artigo 258-A e poderia ser punido com duas a seis partidas de suspensão, mas conseguimos a desclassificação para o artigo 250, com o atleta também punido em simples advertência”, explica o advogado Guilherme Righetto, que representou a Ponte Preta no julgamento.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS