Ponte enfrenta América-RN nesta terça (18) com a força do Majestoso e técnico Guto Ferreira está confiante que equipe fará as pazes com a vitória e continuará na luta pelo título

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/FábioLeoni

A Ponte Preta segue na luta pelo título da Série B do Campeonato Brasileiro e enfrenta o América-RN na noite desta terça-feira (18), às 21h50, no Moisés Lucarelli. O jogo é válido pela 36ªRodada da competição e só a vitória interessa para ambas as equipes. Enquanto a Macaca, que já está na Série A do ano que vem, está na segunda colocação com 67 pontos e briga pelo título, o rival tem 39 pontos, na 17ª colocação e luta para fugir do rebaixamento. 

Após uma sequência de 13 jogos sem perder ter sido interrompida na última rodada, o grupo só pensa em vencer, já que este resultado combinado a um tropeço do Joinville diante do Boa – também nesta noite – levará o time de volta ao topo da tabela. O técnico Guto Ferreira lamentou o último revés, mas quer energia positiva vinda de fora e não dá margem para quem já jogou a toalha e não acredita mais na conquista do caneco.

 “O que chega até mim sempre é incentivo. Tem aqueles que não acreditam, mas paciência, no mundo tem o positivista, o negativista, tem o mais ou menos, o que fica em cima do muro e nesse momento não podemos ficar contando com quem não quer. Nós precisamos contar com quem acredita, com a fé de quem acredita. Aqui dentro da Ponte todos nós acreditamos. Ser pontepretano na fase boa é fácil, ser pontepretano na fase ruim talvez não seja pra algums, mas não podemos exigir nada de ninguém fora do campo”, diz.

Guto completa o pensamento relembrando a campanha até aqui. “Nós praticamos um esporte que exige resultados e, depois de 13 considerados positivos, onde foram dez vitórias e três empates, tivemos uma derrota. Decisiva, mas que ainda não decide tudo. Então acho que havia dois objetivos: um está alcançado., o outro ainda é possível. Nós não vamos jogar a toalha. Vamos até o fim, acreditando e vamos buscar. Quem quiser vir junto vem, quem não quiser, paciência”, afirma o treinador, que reforça que a equipe está ciente do valor que tem a conquista de um título e vai buscar isso.

“Desde o inicio, quando começamos lá atrás, quando falávamos de acesso, algumas lideranças dentro do grupo falavam que queriam não só o acesso, mas o título. Nós não passávamos isso para fora, mas era fomentado dentro do grupo. Não temos 99% de fé, isso não existe. Ou você tem 100% e acredita ou não. Não é um jogo que vai nos derrubar. Se lá na frente acontecer de não conquistarmos, por causa desse jogo, a nossa parte é que fizemos o melhor possível dentro de campo”, pontua.

O treinador finaliza ressaltando que a Macaca tem que jogar pra vencer nesta noite. “O que não pode nesse momento é deixarmos de fazer a nossa parte e o vacilo do adversário acontecer. Aí não temos que ficar lamentando. Temos sim que por a cabeça no lugar, nos equilibrar, porque aquele jogo já acabou. Não vai voltar. Infelizmente não conseguimos o melhor resultado. Parabéns para eles, mas o campeonato segue e nós vamos seguir acreditando”, completa o treinador.

Ingressos

Os ingressos para o jogo começam custam R$ 20,00 a inteira e R$ 10,00 a meia. Para esta partida apenas quem tem direito poderá pagar o valor metade, não haverá promoções para torcedores com a camisa da Macaca. Além disso, toda a renda de bilheteria será revertida para premiação aos atletas alvinegros pela conquista do acesso à Série A do Brasileirão.

Quem não puder ir ao Majestoso pode acompanhar o jogo no Première FC ou no SporTV. Pelo rádio, as opções são: FM 99,1 e AM870 e 1170. Outra opção, pela internet, é a webrádio Macaca Reunida.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS