Com boa atuação na estreia, Silvinho vive expectativa de jogar 90 minutos e afirma: em um time que tem uma camisa como a da Ponte, a torcida tem que cobrar mesmo

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/DJotaCarvalho

Não foi o placar que ninguém queria, mas o atacante Silvinho demonstrou um bom futebol no jogo da noite de quarta contra o Botafogo. O jogador, que entrou vindo do banco no segundo tempo, protagonizou boas jogadas e demonstrou grande visão de jogo. “Entrei bem na partida, mas infelizmente perdemos. Minha expectativa é de atuar o jogo inteiro no sábado, no banco de reserva a gente sofre muito, porque vê o que está acontecendo com os colegas e não pode fazer nada, quer estar lá dentro pra ajudar da melhor maneira possível. Então estou à disposição pros 90 minutos, meu desejo é este, se o treinador entender que é melhor para o time”, diz.

O jogador, que já sentiu um “gostinho” a força da torcida alvinegra quando atuou pelo Penápolis contra a Macaca, se diz ansioso para reencontrar a massa alvinegra, agora do seu lado. “Joguei naquela partida em que o Penapolense perdeu, se não me engano o William fez o gol no final. A expectativa é grande, acho que teremos um apoio, pressão maior por jogar em casa e espero que pegada seja maior, pois o principal é a vitória. E acho que a cobrança é normal, porque um time grande como a Ponte, que é o maior do Interior, que tem essa camisa, a torcida tem que cobrar bem mesmo.”

Silvinho conta que o elenco concordou com o goleiro Roberto, que afirmou que faltou atitude do time no jogo anterior, e quer corrigir isso. “Não jogamos bem na estreia e espero que possamos vencer diante da nossa torcida. A pegada faltou e no esquema de jogo muitos não estavam acostumados, mas isso é com o tempo. Temos que ver as poucas que acertamos e corrigir o máximo o que erramos, pra que no sábado dê certo”, opina.

O jogador reforça a confiança no técnico Sidney Moares. “Pra um time ser vitorioso temos que ter a mesma causa e todos aqui querem que a Ponte vá vem. Todo mundo se conscientizando do esquema, muitos não acostumaram, mas o Sidney é cabeça, conversa com todo mundo, deixa conversar com ele…então com tempo, esperamos que o mais curto possível, as coisas vão se acertar”, finaliza.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS