Silvinho, novo atacante da Macaca, se diz muito motivado em vestir a camisa alvinegra

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/ThiagoToledo

A Ponte Preta treina na manhã deste sábado e o atacante Silvinho, mais novo reforço da equipe,deve estrear na rodada do meio de semana. O atleta de 23 anos , que veio do São Paulo e fica na Ponte Preta até o fim de 2014, se mostra muito feliz e motivado em defender a Macaca e espera dar muitas alegrias à torcida.

“A Ponte Preta é um grande time. Acho que todo mundo viu no ano passado. Tirando a queda para a Série B, a campanha que fez na Sul Americana, até eliminando o São Paulo, foi excelente. Estou muito feliz de ter vindo aqui para o clube, que tem uma grande camisa e a motivação é enorme”, diz o jogador, que fez um ótimo Campeonato Paulista em 2013, quando atuava pela Penapolense, e espera repetir o bom desempenho na Macaca em 2014.

“Estou muito feliz. A responsabilidade todo jogador tem. Quanto a isso eu estou tranquilo. Quanto à torcida, eu agradeço pela confiança e espero mostrar dentro de campo. A experiência no São Paulo foi boa, mas a vida de jogador é assim: consegue oportunidades em alguns times e em outros não. Então não tenho mágoa nenhum, mas estou muito feliz de vir para a Ponte Preta. Espero jogar aqui como atuei na Penapolense”, afirma.

Silvinho já se diz pronto para poder atuar pela Macaca. O atleta se reapresentou no São Paulo logo no início de janeiro e só não vai estrear neste domingo por questões burocráticas. “Eu me apresentei dia 6 lá, da mesma maneira que eles estavam treinando aqui dois períodos eu também estava. Estou bem fisicamente. Espero que no meio da semana, no jogo diante do Botafogo-SP, já dê certo para eu entrar em campo”, explica.

O atacante está esperançoso em trabalhar com o técnico Sidney Moraes. “Acompanhei o trabalho do Sidney na Série B e vimos a grande campanha que ele fez no Icasa. Estou feliz de estar trabalhando com ele e espero que dê tudo certo aqui na Ponte”, diz Silvinho, que já se enturmou com os outros colegas e conta com um velho companheiro para apressar essa adaptação.

“Conheço a maioria porque no futebol todos jogam contra. Mas tenho uma amizade grande com o Diego Sacoman, desde a época do Corinthians. Eu fiz minha base lá e o Diego estava no profissional. Um atleta que me deu todo o apoio,é um grande amigo, mas todos me acolheram bem. Espero fazer grandes amizades e que tudo de certo dentro de campo”, finaliza.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS