Técnico Sidney Moraes pede calma e voto de confiança nesse início de trabalho no comando da Macaca

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/DJotaCarvalho

Não é só a Ponte Preta que fará sua estreia na temporada 2014 na próxima quarta: além de alguns atletas que foram contratados e que podem jogar, o técnico Sidney Moraes inicia efetivamente no comando da equipe contra o Botafogo. O treinador pede calma e pareceria com o torcedor neste início de competição.

 “Peço sim um pouco de paciência e um voto de confiança. Acho que para todo mundo é notório essa reformulação. Todos sabem que não é do dia para a noite que as coisas acontecem e que o Campeonato Paulista é muito difícil. Estamos em busca de uma formação ideal, de taticamente botar a equipe melhor possível. Mas sabendo e tendo a consciencia que vamos encontrar dificuldades, o que é normal para qualquer time”, pontua.

Por isso, Sidney reforça que o torcedor deve ser paciente no início da competição. “O pontepretano deve saber que a Ponte é competitiva sempre, mas o time é novo. Do nosso lado, sabemos que a torcida é apaixonante e vamos fazer um trabalho duro para alcançar os resultados no decorrer do campeonato”, afirma o treinador, que se mostra meticuloso e muito atento não só ao seu trabalho, mas também ao adversário.

“Vou dar os meus pulinhos por aí. Vou tentar resolver tirando o máximo de informação possível. Já corremos atrás e temos uma noção das equipes que enfrentaremos nas rodadas iniciais. Algumas delas, como o próprio Ituano, estão mudando também e têm jogadores rodados. Teremos que ter cautela e tentar neutralizar os opositores, tentar ter um bom desempenho e fazer bons jogos”, diz o técnico.

Apesar das dificuldades iniciais, Sidney Moraes se diz confiante em fazer uma boa temporada com a Ponte. “Confiança eu tenho. Confio nos jogadores, confio que vai dar certo, tenho consciência também que não vai ser do dia para a noite. O tempo é curto, não vai ser o ideal, estamos trabalhando em cima daquilo que nós temos, para atender nossa filosofia como equipe, para na estreia fazer um bom jogo”, explica o treinador. Ele completa mandando um recado ao torcedor pontepretano, ressaltando a importância que a Nação Alvinegra tem para o sucesso da Ponte.

“Acho que o torcedor tem que ajudar e incentivar com o sempre faz. O torcedor da Ponte gosta, empurra o time. É claro que ele tá chateado por algumas coisas que viveram ano passado, principalmente o rebaixamento. Nós entendemos isso. E temos que trabalhar e colocar em prática aquilo que entendemos que é o futebol moderno hoje. É a realidade da Ponte Preta e queremos que a torcida abrace o time. O nosso pensamento é esse. A torcida está sempre junto e vai dar um voto de confiança aos jogadores. Eles sabem que é um início de trabalho e que nem tudo vai acontecer em 10 ou 15 dias. As coisas vão acontecer naturalmente dentro de campo e pedimos que venham como sempre fizeram e que façam a diferença nas arquibancadas. Contamos com o torcedor.”

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS