Sidney Moraes avalia atuação da Ponte em Piracicaba: não executamos o que é preciso taticamente e pagamos o preço

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/DJotaCarvalho

Na noite dessa quinta-feira (30) a Ponte Preta perdeu para o XV de Piracicaba pelo placar de 4 a 1 jogando na casa do adversário. O treinador alvinegro Sidney Moraes afirma que, independentemente do placar, a equipe ficou muito abaixo do esperado. “Perder de um ou de cinco gols de diferença é a mesma coisa. Quando não executamos o que é preciso taticamente, nós pagamos o preço. Estamos enfrentando muitas dificuldades e não podemos enganar o torcedor. Ainda não estamos bem fisicamente devido ao pouco tempo de trabalho e a parte técnica, principalmente na criatividade, deixa a desejar. Temos que trabalhar e tentar corrigir isso ao longo dos jogos para ir melhorando.”

 

O comandante da Macaca também destaca que o gol sofrido logo no início do segundo tempo foi muito prejudicial ao time. “Levar um gol com 25 segundos muda todo o panorama da partida e tivemos muitas dificuldades depois disso. Temos um elenco pequeno e que está passando por um momento de reformulação, se formando agora. Não existe mágica no futebol, para se ter sucesso é preciso ter tempo, trabalho e repetição”, diz Sidney Moraes.

 

O treinador finaliza garantindo que, no que depender dele, não irá desistir no meio do caminho. “Eu não sou de largar as coisas na adversidade. A realidade do time é uma coisa agora e será outra no futuro. Sei que sou responsável e assumo isso, até porque sou eu quem treina, escala e substitui. Eu vou seguir fazendo o meu trabalho sério e lutando. Eu estou aqui para crescer junto com a equipe e passar por cima das adversidades”, afirma.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS