Técnico revelação da série B em 2013, Sidney Moraes é o novo treinador da Macaca: “Vamos lutar do início ao fim para que a Ponte volte à série A, que é o lugar dela”

Foto: divulgação

Sidney Moraes de Almeida Junior, que em 2013 comandou o Icasa na série B do Brasileirão e foi considerado a revelação do torneio, é o novo treinador da Ponte Preta para o ano de 2014. O técnico assinou contrato de um ano nesta segunda (16) e será apresentado às 16h30 no Majestoso. “Para mim é uma honra comandar a Ponte, é importante demais, vejo como um salto em minha carreira e estou extremamente motivado com esta oportunidade”, diz.

Aos 36 anos de idade e natural de Ituiutaba, o novo comandante quer fazer um bom Paulistão à frente da equipe, mas sabe qual é o foco principal do time. “Queremos voltar para a elite do campeonato nacional e no mínimo iremos lutar do começo ao fim para isso. A Ponte nunca deveria ter caído, pela tradição e torcida que tem, é um time de série A e tem que estar lá”, diz ele, que chega a Campinas acompanhado pelos auxiliares técnicos Wanilton Zambrotti e Claudio Café.

Como treinador, Sidney Moraes iniciou a carreira no Boa Esporte em 2011, inicialmente como assistente de Nêdo Xavier, tendo sido efetivado em 2012. Em 2013, fez excelente campanha na série B frente ao Icasa: assumiu a equipe na sétima rodada com o propósito de evitar o rebaixamento e a levou à quinta posição da competição, não tendo subido para a série A por apenas um ponto.

O acesso não veio, mas a surpreendente temporada fez com que ele fosse eleito o melhor técnico do Estado do Ceará, prêmio recebido das mãos do técnico Luís Felipe Scolari, da Seleção Brasileira. Antes de ser treinador, Sidney foi meio-campista profissional antes de se tornar treinador, tendo atuado em equipes como Sport, São Paulo, Fluminense e no futebol de Portugal e do Oriente Médio.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS