Para Rodinei, nível de dificuldade da Série A é elevado e jogador explica porque tem se preocupado mais com setor defensivo

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/FábioLeoni

O lateral-direito Rodinei sempre se destacou pelo seu poder de jogo no setor ofensivo, mas, nos últimos jogos, tem se observado também de sua parte uma dedicação maior na defesa. Pronto para enfrentar o Corinthians nesta noite, o atleta explica a razão desta mudança. “Quando começou a Série A pensei que ia atacar mais, que iria ter mais espaço, mas estou vendo que não está sendo fácil assim. Os times são mais experientes, fecham mais os espaços e eu estou dando mais ênfase na marcação. Mas agora é trabalhar firme, se preparar bem com o Lucas Benchimol, nosso preparador físico, para dar seqüência no campeonato”, afirma.

 Rodinei fala mais sobre essa condição. “Eu sou um lateral que todos gostam de ver atacando, como foi na Série B e no Paulista, e agora no Brasileiro estou mais na marcação. Não estou atacando tanto, mas isso faz parte do trabalho. Continuo firme, vendo o que o Guto tem para passar e assim atacar mais e saindo mais assistências para gol”, explica.

Sobre o 100º jogo de Guto Ferreira no comando da equipe, o lateral é só elogios ao treinador. “O Guto é um excelente profissional. Sempre me deu moral, me ajudando, me dando conselho e vou ajudar ele a sair com um bom resultado nesse 100º jogo. Desde minha estréia busco contribuir e quinta-feira espero sair com uma vitória contra o Corinthians”, diz.

O atleta conta que não pensa mais no último jogo contra o rival paulista, no qual a Ponte foi eliminada após erro claro de arbitragem  em anular gol legítimo de Renato Cajá. “Aquele jogo das quartas de final do Paulista já passou. Estamos focados totalmente no Brasileiro Série A. Agora é buscar mais uma vitória fora de casa”, completa.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS