A Ponte é série A – Capitão Roberto se sente feliz por “pagar dívida” e afirma “Agora só depende de nós, vamos fazer por onde para levantar esse caneco”

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/FábioLeoni

Quando renovou seu contrato com a Ponte Preta, no final de 2013, o capitão Roberto afirmou que para ele era uma questão de honra levar o time de volta à série A. Dito e feito, a Macaca voltou à elite e Roberto não esconde a emoção decorrente do acesso. “É um sentimento muito especial estar aqui devolvendo o time à Série A do Brasileiro, é um peso enorme que tiro dos ombros. A Macacada voltou e voltou para ficar", afirma.

O camisa 1 conta que, para ele, a conquista do acesso era uma obrigação moral. “Tinha essa dívida de voltar com o time pra série A, tanto que, quando fui renovar, nem esperei outras propostas. Teve gente que disse que eu deveria ter ouvido proposta de time grande, porque em 2013 eu tinha feito um grande ano, mas a Ponte é time grande e era aqui que eu queria ficar”, pontua.

O arqueiro acrescenta que estava certo de que o caminho percorrido pela Ponte levaria o time – que se reapresenta no CT na tarde de terça – diretamente à série A.  “Era questão de tempo para conseguir o acesso, mas foi muito importante pra mim isso ter acontecido e foi um alívio. Tenho um carinho grande pelo time e essa torcida é espetacular, muitos nem gostam de futebol, gostam mesmo é da Ponte Preta e minha filha já canta o hino da Ponte.”

O jogador finaliza contando que quer dar ainda mais para o time e a torcida neste ano de 2014, pagando a tal dívida que tinha com juros bem especiais. “Temos que comemorar o acesso com quatro rodadas de antecedência e a liderança, mas podemos ir além. Só depende de nós, vamos fazer por onde para levantar esse caneco”, garante.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS