‘Rei das assistências’, Rhayner conta que teve propostas pra sair, mas quis ficar pra fazer a diferença: atleta ressalta união do grupo e vai pescar na folga pra voltar ainda mais focado

 

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/FábioLeoni

Algum tempo atrás, o atacante Rhayner sofria críticas em relação a atuação e havia quem defendesse na mídia que o jogador não tinha mais espaço do time. Hoje, porém, não há quem não ressalte a alta performance do atleta, eleito inclusive melhor em campo pela própria mídia repetidamente nas últimas partidas. Para Rhayner, porém, nunca houve dúvida: ele sabia de seu potencial e queria – e ainda quer – fazer seu melhor pela Ponte, algo que passou ao técnico Eduardo Baptista, que por sua vez acreditou no atleta.

“Eu tinha proposta pra sair, tinha recebido ligações, mas tinha algo em mente e não queria sair da Ponte. Falei pro Eduardo Baptista depois de um treino, conversamos só ele e eu, disse que queria ajudar, ficar,que eu estava treinando bem e meu filho tinha acabado de nascer em Campinas, não tenho pretensão de sair por aqui por enquanto. Quero atuar, quero oportunidade. Aí ele precisou de mim, acreditou e eu estava lá”, conta.

E como estava. Com atuações de gala, Rhayner ganhou ainda mais destaque após as assistências que deu na vitória contra o Atlético Mineiro e, mais uma vez, nos 2 a 0 contra o Corinthians, neste último final de semana, quando deu a bola para Clayson fazer o golaço que selou o placar. “O Clayson até brincou comigo que no jogo em Minas eu dei passe pro Maycon e pro Galhardo e falou ‘pra mim nunca , né?’. Aí ele se movimentou, ficou livre e deu tudo certo. Quando os atacantes têm essa qualidade, se movimentam, fica fácil dar o passe”, diz, com modéstia.

Para o atleta alvinegro, o segredo da boa performance da Ponte é a união do elenco. “O principal é saber que tem companheiro do lado, que vai te cobrar, sim, quando precisar, mas te ajuda também. Essa união faz a diferença, porque sabemos que quando um não está ali, o outro está pra ajudar.”

Rhayner também ressalta a importância da folga do elenco – o time recebeu domingo e segunda-feira de descanso e se reapresenta depois de amanhã, quarta-feira (31). “Depois desta sequência forte que tivemos acho que precisamos e merecemos o descanso pra viajar, ver família. Vou pescar com a minha mãe, que gosta muito disso, e dar relaxada legal pra voltar ainda mais forte e focado”, finaliza.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS