Rhayner afirma que dedicação nos treinamentos e conversa com o treinador garantiram sua permanência no Majestoso

Crédito obrigatório para reprodução:
Fabio Leoni / PontePress
 

Ele esteve quase para sair do Moisés Lucarelli. Chegou a receber propostas de outras equipes, mas a boa postura nos treinamentos e uma conversa com o treinador Eduardo Baptista mudaram o destino do atleta. Aos poucos se tornando uma peça importante no elenco da boa campanha da Ponte no Brasileiro, Rhayner comemora a permanência na Macaca e fala sobre o que o levou a ficar no clube e conseguir uma vaga entre os selecionados.

“Desde o início eu sempre disse que minha vontade era ficar e ajudar a Ponte. Treinei firme e me dediquei nos treinamentos. Conversei com o Eduardo e disse que queria permanecer. Se eu não tivesse nos planos do Eduardo eu iria ser negociado. Mas após a conversa tudo se esclareceu. Minha dedicação nos treinamentos me fortaleceu e agradou ao Eduardo", diz.

Na opinião do jogador, o treinador gostou da atitude. "Ele viu que eu queria permanecer na equipe e conquistei a confiança dele. Mesmo não sendo relacionado eu dei o meu melhor nos treinamentos. Disse pra minha esposa em casa que eu ia treinar como se fosse ser relacionado a qualquer momento. E fiz exatamente dessa maneira”, explicou.

O atleta espera uma partida muito difícil contra o Inter apesar da má fase do adversário. “A equipe do Inter é muito forte. Teve um bom início. Essa má fase deles uma hora vai passar. Temos que estar concentrados para não terminar justo contra a gente. É entrar focado para vencer mais uma em casa”, finalizou.

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS