Renê Júnior é apresentado, comemora retorno à Ponte Preta e afirma estar melhor agora do que em 2012

 

Foto: PontePress/RodrigoCeregatti

 

A Ponte Preta segue se reforçando para o prosseguimento da temporada e quem foi apresentado dessa vez foi Renê Júnior. O atleta retorna à Macaca, após ter defendido o clube em 2012.  Na sua primeira passagem, o jogador atuou em 31 partidas, tendo sido titular em 26 atuações. O volante comemorou sua volta ao clube.

 

“Agradeço a Deus e a Ponte pela oportunidade. Fico muito honrado, me sinto em casa aqui e não tem satisfação maior de voltar e ser querido, não só pelo clube, como pelo torcedor. A cidade me acolheu super bem, minha família é super adaptada aqui e o sentimento que venho é com o mesmo de 2012, de muita entrega. Podem esperar um ano muito melhor”, exalta Renê, que acredita estar melhor agora do que quando defendeu a Macaca anteriormente.

 

“Quando eu sai eu falei que iria voltar. Voltei em uma idade boa e para ajudar. Me sinto fortalecido. É bom demais estar em casa, com companheiros de 2012 para somar com o grupo, junto de todos que estão aqui e que me acolheram super bem. É nos fecharmos cada vez mais para conquistarmos nossos objetivos”, afirma o jogador.

 

Renê Júnior ressalta o quanto acredita estar melhor. “Estou mais experiente, mais rodado. Hoje sei mais o que quero, tanto dentro como fora de campo. Creio que com essa mudança, não só minha, mas junto com o grupo, quem ganha é a Ponte Preta, que está montando um elenco muito bom para a temporada”, reforça o volante, que também mostra confiança na montagem do elenco para 2016.

 

“Estou assimilando bem essa oportunidade. A responsabilidade é um pouco maior, mas não vejo como eu sendo a principal peça. Sozinho ninguém faz nada. O professor Eduardo está montando um grupo forte e creio que todos juntos temos tudo para fazer uma grande temporada”, completa.

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS