Elenco treina na manhã desta sexta (11) e, com chance entre os titulares, Raphael Silva se mostra confiante para enfrentar a Portuguesa

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/DJotaCarvalho

A Ponte Preta faz mais um treinamento na manhã desta sexta-feira (11), no CT do Jardim Eulina. O técnico Dado Cavalcanti coordena trabalho técnico em busca de preparar a equipe para a reestreia no Campeonato Brasileiro, na terça-feira (15), diante da Portuguesa. Nessa fase de treinamentos o zagueiro Raphael Silva tem ganhado oportunidades no time titular e o jogador, que recebeu algumas críticas na sua última partida que atuou, espera agarrar essa chance.

“A cobrança é válida. Até para o jogador se motivar cada vez mais. Depois do jogo contra o Mogi-Mirim eu fiquei abalado, triste, mas o trabalho segue e vou manter fazendo o que eu sei e, quando aparecerem as oportunidades, estarei preparado”, diz o defensor, que pontua o que o fez acreditar em dar a volta por cima.

“Eu sempre procuro fazer o meu melhor, diante dos treinamentos e em qualquer atividade. Acho que o que vale é a minha determinação e isso tem sido um ponto positivo para mim também”, afirma Raphael, que também valoriza a família nessa retomada.

“O importante em uma fase difícil é o apoio da família, da esposa que está ali conosco, no dia-a-dia, que procura nos motivar. O sonho nosso é em cima disso, de estar bem preparado para fazer o melhor a cada dia.” A zaga da Ponte foi um dos pontos que mais sofreu mudanças nessa preparação, muito por conta da venda do César. Mas Raphael Silva acredita que o time tem condições de superar a falta do zagueiro.

“Temos jogadores de qualidade para suprir a ausência do César. Esperamos voltar com tudo para conquistar uma vitória diante da Portuguesa. Estamos mais entrosados, até por conta da inter-temporada que tivemos. O diálogo com o professor Dado foi fundamental para o nosso grupo e estou confiante para esse retorno do Campeonato Brasileiro”, ressalta Raphael, que reforça o trabalho de contratações da equipe.

“Os reforços são válidos. Vindo para ajudar é o que importa. Acho que quem for jogar vai procurar fazer o melhor dentro de campo. Temos uma briga por posição sadia aqui no elenco, e cada um luta por seu espaço. Mas todos só têm a melhorar, porque é uma disputa boa para cada um.”

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS