Pronto para o jogo desta noite, Magal destaca: o pensamento de todos aqui é conseguir fazer seis pontos nesses dois jogos dentro de casa

 

O elenco da Ponte Preta está concentrado em um hotel de Campinas desde terça-feira para finalizar a preparação visando o jogo desta quarta (05) contra o Atlético–PR. Com mais dois jogos em casa antes da parada do campeonato, a meta do grupo alvinegro é aproveitar o Majestoso para pontuar. “O pensamento de todos aqui é conseguir fazer seis pontos nesses dois jogos dentro de casa. Até para podermos ficar tranquilos nesta parada da Copa das Confederações. Temos que pensar em um jogo de cada vez, para fazer seis pontos primeiro tem que fazer três. Sabemos da qualidade dos dois adversários e temos que encarar as partidas como decisões”, diz o volante Magal.
 
O jogador de 32 anos chegou à Ponte Preta após o término do Paulistão. Desde lá, entrou no segundo tempo contra o Bragantino pela Copa do Brasil e jogou os 90 minutos das três partidas do Brasileirão. Apesar do desgaste, Magal garante que está bem para atuar. “Realizamos exames de rotina esta semana e o meu deu um pouco alto devido ao desgaste. Fui poupado do treino na segunda, fiquei só me recuperando e ontem já estava bem melhor. Espero estar bem em campo para ajudar os companheiros a buscar essa vitória”.
 
Apesar de ser conhecido por Magal, este é apenas um apelido. O nome do jogador é Sidnei da Silva, e o apelido veio do famoso cantor com o mesmo nome. “O apelido surgiu na escola e ficou até hoje. Muita gente da família e amigos me chamam só de Magal, e no futebol não é diferente. Se você falar o meu nome mesmo muita gente não vai saber que jogador é. Não sou fã do Sidney Magal, mas ficou feliz pelo apelido ter pegado tanto assim”.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS