Para Roni, confronto deste sábado tem que ser encarado como decisão

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/FábioLeoni

A Ponte Preta entra em campo na noite deste sábado (28), contra o Red Bull e o atacante Roni não acredita em um confronto fácil. Para o jogador, a partida contra o mais novo rival campineiro tem que ser encarado como uma decisão para os pontepretanos.

“Com certeza vai ser difícil contra o Red Bull. O que vai nos favorecer é a nossa torcida, que vai estar em maior número. Temos que encarar o jogo como uma decisão e sair com os três pontos. Assisti a alguns jogos deles, é um time rodado, experiente, mas se Deus quiser vamos fazer uma boa partida”, afirma Roni.

Para o duelo com o Toro Loko, a Ponte deve ter algumas mudanças. Mas, para Roni, isso não trará dificuldade. “Quem estiver em campo vai dar o seu melhor. O João Paulo já vem jogando, o entrosamento é o mesmo. No ataque, acredito que não há diferenças entre Fábio Santos e Wellington. Os dois jogam centralizados e espero que os dois possam ajudar a Ponte Preta. Independentemente de quem entre jogando e espero que a equipe faça um grande jogo neste sábado”, diz.

O atleta está focado em realizar mais um grande jogo e quer sair vencedor diante da nação pontepretana. “Nós estamos pensando só na Ponte Preta, em fazer o maior número de pontos possível e classificar. Não podemos ficar pensando em outros resultados, mas sim em fazer nossa parte. Temos que ter a determinação que estamos tendo em outros jogos. Dentro de casa, apesar do Red Bull estar jogando aqui, temos que favorecer nossa torcida”, completa.

El Toro

Em toda a sua curta história, o Red Bull Brasil já disputou 125 jogos no estádio Moisés Lucarelli (66 vitórias, 36 empates e 23 derrotas). Com passagem pela Ponte Preta em 2012, o zagueiro Willian Magrão já sabe o que esperar das arquibancadas. “Será um jogo diferente apenas pela presença da torcida da Ponte. O campo nós já conhecemos muito bem, então o importante é focar na partida, tomar cuidado com os primeiros minutos, quando eles devem pressionar um pouco mais”, diz.  

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS