‘Bruxo’ Pottker enaltece carinho da torcida e diz que, se puder, fará quatro gols e quer a Ponte campeã como sua última ‘magia’ pelo clube

 

Fotos: PontePress/FábioLeoni

A final do Campeonato Paulista desse domingo (7), às 16 horas, entre Ponte Preta e Corinthians promete fortes emoções. Apesar do resultado adverso para a Macaca na primeira partida, os jogadores trabalharam forte ao longo da semana, na busca de tentar reverter o placar na Arena Itaquera. Um dos atletas que mais sentiram o revés foi o atacante Pottker, artilheiro da equipe e que fará seu jogo de despedida do clube contra o rival paulista.

“Uma semana triste pelo o que aconteceu, porém de muito trabalho. Temos que focar nesse último jogo. Trata-se do meu último pela Ponte e estamos tratando como se fosse o último das nossas vidas. Esse é o pensamento, até porque é algo inédito para o clube, é difícil, mas tem mais um jogo. Temos que ir para lá fazer o nosso melhor e deixar nosso sangue dentro de campo”, diz o ‘Bruxo da Macaca’, que atuará pelo Internacional/RS após a competição e que gostaria de fazer uma última ‘magia’.

“Fazer quatro gols no domingo e ser campeão. Sabemos que é muito difícil. Porém, a equipe do Corinthians leva gols e também não é imbatível. Temos nossas qualidades e vamos lá para se impor e buscar o resultado a todo momento”, reforça o jogador, que acrescenta: “Eles tem uma vantagem considerada boa, mas é futebol e o imprevisível acontece. Vamos para lá com o intuito de fazer um grande jogo e buscar o título.”

Mesmo negociado, a dedicação e talento de Pottker dentro de campo enquanto veste a camisa da Ponte Preta tiveram o reconhecimento do torcedor. Para o camisa 9, esse prestígio é gratificante e divide os méritos do sucesso com seus companheiros.

 

 

“Essa relação de carinho com o torcedor eu construí desde o dia que pisei na Ponte Preta. Sempre busquei trabalhar forte com meus companheiros e tratar todos de forma igual. Fico muito feliz pelo carinho que todos têm comigo e com os atletas. Valorizo o trabalho dos meus companheiros, que deram o máximo, onde havia muita desconfiança. Independentemente do que acontecer domingo, somos homens, e vamos sempre em busca do melhor, apesar de não ter acontecido no domingo passado”, diz o atleta.

Ele valoriza todos os setores do time, para poder ter sucesso diante do Corinthians. “É claro que não se resume só ao ataque, mas pelo conjunto da obra. A bola tem que chegar com qualidade, assim como temos que ajudar a defesa a não tomar gols. Eu, o Lucca e o Clayson, além do pessoal que vem de trás, sempre estamos buscando fazer a jogada de gol. Não podemos mudar as nossas características e continuar assim, pois foi desse modo que chegamos na final e vamos buscar o título”, explica.

Pottker lamenta ter feito, nas palavras dele, sua pior partida pela Ponte justamente na final e espera que que nessa partida de volta, tenha um resultado diferente. “Foi uma partida muito abaixo. O professor Gilson vai diagnosticar onde houve falhas e vai nos passar, para não cometermos no próximo jogo. Ficamos tristes pelo o que aconteceu. É muito ruim para nós, mas temos que levantar a cabeça. Tem mais um jogo para lutar e vamos com todas as nossas forças no domingo”, confia.

O atlet revela o carinho que tem pelo clube. “Eu sei que fiz o meu melhor aqui dentro. Saio com a cabeça tranquila e acredito que vai ficar um sentimento bom. São boas lembranças e desejo para a Ponte Preta tudo de melhor. Continuarei a torcer pelo clube”, afirma o atacante, que também agradece a oportunidade de ter atuado pela Macaca.

“Eu acredito que ficarei marcado aqui dentro se conseguirmos esse título domingo. Aí sim seria algo glorioso para mim. Porém, fico feliz com meu trabalho, nada a mais do que isso e só tenho que agradecer a Ponte por ter aberto as portas para mim e sempre agradecerei da melhor forma possível”, destaca o jogador, que diz que sentirá saudade de tudo que encontrou no clube, além de ter vivido o melhor momento na acarreia até aqui.

Pottker, que foi o artilheiro da equipe no Campeonato Brasileiro 2016 e é o artilheiro do Campeonato Paulista 2017 com 9 gols, se despede agradecendo a todos. “Só tenho que agradecer a torcida, a diretoria e a todos os meus companheiros, que me ajudaram a viver esse momento grandioso aqui na Ponte Preta”.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS