Ponte Preta enfrenta Atlético Parananese no Majestoso na tarde deste domingo (28) e técnico Guto Ferreira espera vitória

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/FábioLeoni

A Ponte Preta espera fazer as pazes com a vitória na tarde deste domingo (28). Após o revés diante do Fluminense na última rodada do Campeonato Brasileiro, o único da equipe alvinegra neste Brasileirão, os comandados do técnico Guto Ferreira recebem o Atlético Paranaense, no Moisés Lucarelli, às 16 horas, em partida válida pela 9ªRodada da competição. Para esse jogo, a Macaca não terá a presença de Josimar (suspenso) e Juninho. Em contrapartida, Biro Biro volta a estar à disposição. O treinador comentou as mudanças e a presença do 12º jogador do time, o torcedor alvinegro.

“No Campeonato Brasileiro não basta ter um time. Você tem que ter um plantel e contra o Fluminense nós perdemos o Biro Biro e o Cesinha, que era o reserva imediato. Tentamos uma alternativa, não deu tão certo. Para esse jogo perdemos o Josimar e o reserva imediato também, que é o Juninho. A diferença é que para este jogo temos o nosso torcedor para nos fortalecer, empurrar, sabendo que precisamos muito dele e que vai jogar junto conosco. Vamos com esse apoio buscar o resultado que precisamos”, confia Guto, que avalia a qualidade do setor defensivo em relação a uma das características de jogo do Furacão, que é entrar bastante na área adversária.

“Com exceção desse confronto contra o Fluminense, eu acho que na maioria dos jogos nossa defesa tem tido uma consistência boa e impedido o adversário de penetrar na nossa área. Quando o adversário entra, também é mérito deles. Não podemos negar. Mas nosso time permite pouco que o adversário entre em condições boa de finalizar. Espero que possamos fazer uma partida próxima da perfeição nesse aspecto. Se exigir que o Atlético bata de fora e perca um pouco da sua qualidade, melhor”, explica o treinador.

Guto Ferreira também falou sobre a briga entre times com menos poder aquisitivo na parte de cima na tabela. Adversários nessa rodada, a Ponte ocupa a 8ªcolocação (com 13 pontos) e o Atlético Paranaense está na 3ª posição, com 16 somados. “O que se tenta colocar é que o objetivo da Ponte é manutenção. Então na disputa de pontos, aquelas equipes que tendem numa projeção inicial ficar do 10º lugar para baixo da tabela, no 20º, disputam um campeonato entre elas. Mas isso não quer dizer que seja verdade. A Ponte vem surpreendendo, o Atlético Paranaense vem surpreendendo, correndo na tabela de cima”, diz o treinador.

Ele reforça que a Macaca tem que focar no que faz em campo e não se preocupar com a tablea. “Temos que pensar nessa parte. Se conseguirmos nos manter, vamos atingir todos os nossos objetivos. A imprensa não analisa a grandeza do Atlético Paranaense no Campeonato Brasileiro, uma equipe que em 2013 chegou nas cabeças. No ano passado não foi tão bem, mas nesta temporada começou bem e está brigando lá em cima. Nós pensamos em somar pontos e quanto mais, melhor”, afirma.

O técnico ressalta que vai buscar tomar muito cuidado com o atacante Walter, que, por sinal, Guto conhece muito bem. “Trabalhei com ele no Inter. Um garoto espetacular. Um talento extraordinário. Acho que do tamanho do talento dele, só o coração que ele tem. Uma pessoa fantástica. Quem convive com ele sabe da grandeza dessa pessoa. Antes do jogador sabe da grandeza desse menino, um cara de qualidade diferenciada. Usa o corpo como poucos, tem um poder de finalização com as duas pernas, cabeceia muito bem e tende a nos causar muitas dificuldades. Temo que marcar e vamos conseguir marcá-lo e conquistar nosso objetivo”, completa.

A partida entre Ponte Preta x Atlético Paranaense terá transmissão Ao Vivo do Premiere Futebol Clube, das rádios esportivas de Campinas (AM 870 e 1170; e FM 99,1) e das webrádios Macaca Reunida e Ponte News.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS