Ponte Preta encerra sua participação no Brasileiro contra o Internacional-RS e Ferrugem se diz feliz com mais uma chance de mostrar futebol

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/DJotaCarvalho

 

A Ponte Preta entra em campo na tarde deste domingo (08), às 17 horas, no Estádio Centenário, em Caxias do Sul, onde enfrenta o Internacional-RS pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Para essa partida o técnico vai utilizar a maioria dos suplentes e um deles é o volante Ferrugem, que esteve no meio da torcida pontepretana na última quarta-feira dando sua energia à equipe contra o Lanús, no Pacaembu.

“Foi muito bom. Uma experiência única. Fiquei feliz de estar no meio da torcida, sentir esse calor, porque nós jogadores estamos acostumados a ficar dentro de campo. Fiquei muito feliz de ter ficado ali no meio e se possível lá na Argentina irei de novo”, diz o jogador, que reforça  que prefere estar dentro das quatro linhas.

“É mais difícil ficar de fora. É mais fácil estar jogando, fazendo algo para ajudar a equipe. A gente fica na torcida e fala que poderia ter feito diferente. Eu fico mais nervoso”, afirma o jogador, que hoje será novamente utilizado pela comissão técnica após ter voltado diante da Portuguesa na rodada passada. E o atleta não quer saber dessa história de que o jogo é só pra cumprir tabela. Segundo Ferrugem, para quem precisa mostrar futebol, o jogo vale muito.

“Fico feliz de estar voltando a jogar. É importante para mim, pois fiquei nove meses sem jogar. Minha partida mais recente foi contra a Portuguesa e nesta vai ser uma boa experiência para a molecada que for entrar”, diz o volante, referindo-se ao fato de o treinador Jorginho ter confirmado nesta partida a presença dos juniores no banco – e pelo menos um deles como titular.  O próprio Jorginho não seguiu viagem para Caxias do Sul, onde a Macaca será comandada pelos auxiliares Aílton e Zé Sérgio.

“É uma oportunidade da vida pra eles, jogar no profissional, contra o Internacional, temos que nos doar o máximo e ir em busca da vitória porque todo mundo vai ser lembrado. Todos vão estar assistindo esse jogo. Não vale nada para a Ponte, mas para muitos vale. Para mim vale. Pretendo vencer. Contra a Portuguesa buscamos a vitória, mas infelizmente não veio. Temos que dar nosso máximo contra o Inter”, reforça o atleta.

Ele acrescenta que retornou bem no jogo contra a Lusa. “Para quem ficou nove meses parado eu voltei bem. Movimentei bastante, corri. Logicamente a gente sente bastante o ritmo de jogo, achava que ia ficar com mais medo, com receio de jogar, mas não tive medo nenhum. Na hora que deram um pisão no meu pé esquerdo, que foi o que eu quebrei, não tive medo. Agora é dar sequencia, continuidade no trabalho, porque se existe algum receio ele vai sumindo aos poucos”, completa Ferrugem.

A partida entre Internacional e Ponte Preta terá transmissão Ao Vivo do Premiere FC e das rádios esportivas de Campinas (AM 870, 1170 e 1270; e FM 99,1) e texto completo aqui no site oficial logo após o apito final do árbitro em Caxias do Sul.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS