Ponte vence Chapecoense pelo placar de 3 a 2

 

Foto: PontePress/FábioLeoni

A Ponte Preta enfrentou a Chapecoense na tarde desse domingo (11) e venceu a equipe catarinense pelo placar de 3 a 2. Os gols da Macaca foram de Renato Cajá, Lucca e Naldo, em partida válida pela 6ª Rodada do Campeonato Brasileiro Série A.

 

Com o placar a Ponte foi há 10 pontos na tabela de classificação da competição. O próximo compromisso da Ponte será na quarta-feira (14), às 21 horas, no Rio de Janeiro/RJ, pelo Brasileirão.

 

O Jogo

 

O jogo começa com as duas equipes buscando ações ofensivas. Aos 7 minutos, porém, o lance de maior destaque desse início, em bola que Jandrei chutou para fora da área e ela acabou sobrando para Renato Cajá. O meia da Ponte arriscou de longa distância, mas o arremate foi para fora.

Aos 13 minutos foi a vez da Chapecoense ter oportunidade, após cobrança de escanteio em que Victor Ramos cabeceia perto da trave direita de Aranha. Um minuto depois foi a vez de Reinaldo fazer jogada pelo lado esquerdo, invadir a área e chutar. Aranha desviou e João Lucas afastou o perigo.

E logo na sequência quem abriu o placar foi a Ponte Preta. Renato Cajá recebeu passe de Lucca, fintou Moisés e da intermediária tocou de canhota, no canto direito de Jandrei, que nada pode fazer. Aos 21 minutos a Chapecoense teve chance com Wellington Paulista. O atacante recebeu passe na área, tentou driblar Aranha e chutou para fora.  

Aos 23 minutos foi a vez de Emerson Sheik receber passe de Cajá, descer pelo lado direito e chutar cruzado. A bola, porém, foi para a linha de fundo. Dois minutos depois a Ponte ampliou o marcador. Em linda jogada de Sheik, em que primeiro deu um ‘rolinho’ no marcador e depois deu lançamento preciso para Lucca, o atacante entrou na área e tocou no alto do gol de Jandrei.

A Ponte Preta chegou ao terceiro gol aos 15 minutos do segundo tempo. Após cobrança de falta de Lucca, a bola bateu na defesa e sobrou para Naldo, que chutou cruzado e rasteiro, ampliando o marcador.

Aos 18 minutos, Seijas cobrou falta para área e Victor Ramos cabeceou, para defesa de Aranha. A Chapecoense diminuiu o placar aos 25 minutos. Após cobrança de escanteio, Osman desviou de cabeça e fez o gol da equipe catarinense. Dois minutos depois o adversário fez o segundo. Após bola cruzada por Osman, Rossi desvia de cabeça e marca mais um gol para a Chapecoense.

Aos 40 minutos Rossi fez jogada pelo lado direito, entrou na área e chutou cruzado e Aranha fez grande defesa. Sem mais lances de destaque, a partida termina com vitória da Ponte pelo placar de 3 a 2.

 

 

Ficha Técnica:

 

Ponte Preta: Aranha, Nino Paraíba, Marllon, Rodrigo (Luan Peres), João Lucas, Naldo, Léo Artur (Negueba), Wendel e Renato Cajá (Jádson), Lucca e Emerson Sheik. Técnico: Gilson Kleina.

Chapecoense: Jandrei, Apodi (Diego Renan), Luis Otávio, Victor Ramos e Reinaldo, Luiz Antônio, Moisés (Osman) e Seijas (Neném), Rossi, Arthur e Wellington Paulista. Técnico: Vágner Mancini.

Local: Estádio Moisés Lucarelli – Campinas/SP

Árbitro:  Dewson Fernando Freitas da Silva/PA

Auxiliares: Hélcio Araújo Neves/PA e José Ricardo Guimarães Coimbra/PA  

Cartões amarelos: Emerson Sheik e Nino Paraíba (Ponte Preta); Luiz Otávio, Osman, Apodi e Reinaldo (Chapecoense)

Gols: Renato Cajá, Lucca, Naldo (Ponte Preta); Osman e Rossi (Chapecoense).

Público: 4.105 torcedores

Renda: R$ 80.580,00

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS