Ponte vence Bragantino de virada e se classifica sem a necessidade do jogo de volta; veja os gols

Rildo e William, duas vezes, marcaram pela Macaca na vitória por 3×1

 Na noite dessa quinta-feira (09) a Ponte Preta foi até Bragança Paulista para enfrentar o Bragantino no estádio Nabi Abi Chedid na primeira partida da segunda fase da Copa do Brasil. Ao final dos 90 minutos de jogo, a Ponte venceu pelo placar de 3 a 1, com gols de Rildo e William [2]. Com o resultado, a Macaca elimina a necessidade do jogo de volta e já está classificada para a terceira fase da Copa do Brasil. 

 O próximo compromisso da equipe alvinegra será às 19h30 domingo (12) contra o Penapolense, no estádio Tenente Carriço em Penápolis, na primeira partida de Final do Troféu do Interior do Campeonato Paulista. A Macaca volta a jogar pela Copa do Brasil contra o vencedor do confronto entre Coritiba e Nacional de Manaus. 

 O Jogo:

 O jogo em Bragança Paulista começou sem muitas chances no ataque para as equipes e muita disputa no meio campo. A primeira jogada perigosa da partida aconteceu aos 18 minutos, quando Deyvid Sacconi invadiu a área pela direita e chutou cruzado, Edson Bastos espalmou a bola e, no rebote, Serginho veio de trás e chutou forte para o gol abrindo o placar. 1 a 0 para o Bragantino.

 A Ponte foi em busca do empate e dois minutos depois, Alemão arriscou de fora da área e mandou para fora. O jogo seguiu com muita troca de passes e marcação entre os dois times. Sem mais lances de perigo, o primeiro tempo no Nabi Abi Chedid foi encerrado após um minuto de acréscimo. No placar, 1 a 0 para os donos da casa.

 Na volta do intervalo, a Ponte Preta voltou com uma alteração, Rildo entrou no lugar de Alemão. Logo aos 32 segundos da segunda etapa Chiquinho fez jogada pela esquerda e tocou para Rildo dentro da área se livrar dos zagueiros e bater forte para o gol. 1 a 1 em Bragança Paulista, o segundo gol de Rildo na Copa do Brasil.

 Aos 4 minutos, o atacante Léo Jaime deu um tapa em Cicinho e Bruno Silva foi tirar satisfação com o adversário. O árbitro da partida expulsou os dois atletas de campo, deixando os dois times com dez jogadores. Aos 9, Uendel foi até a linha de fundo pela esquerda e cruzou na área para o centroavante William desviar para o gol e virar o jogo. 2 a 1 para a Macaca. O primeiro gol do artilheiro alvinegro na Copa do Brasil.

A Ponte Preta continuou pressionando o adversário. Aos 22 minutos Ramirez abriu na direita para Rildo, o atacante carregou a bola passando pela marcação e tocou para William que só teve o trabalho de empurrar para o gol e marcar seu segundo no jogo. 3 a 1 para a Macaca no placar.

 Aos 31 minutos o Bragantino cobrou escanteio da esquerda, Edson Bastos afastou a bola de soco, Magno Cruz ficou com o rebote e emendou de primeira para fora. Dois minutos depois, o volante Magal entrou em campo para fazer sua estreia no lugar de Chiquinho. Aos 38, Lincom recebeu na entrada da área, girou e chutou por cima da trave. Quatro minutos depois, Rildo saiu em velocidade em contra ataque e foi derrubado por Guilherme, que recebeu cartão vermelho e foi expulso, deixando o Bragantino com nove jogadores em campo.

 Aos 46 minutos William dominou a bola na área pela esquerda e chutou para o gol, mas foi travado pelo zagueiro, no rebote, Cicinho bateu por cima do gol. Um minuto depois, a terceira e última mudança na Ponte, saiu Ramirez para a entrada do estreante Rodrigo Biro. Sem tempo para mais nada, o jogo foi encerrado após três minutos de acréscimos. 3 a 1 no placar.

 Ficha Técnica:

 Ponte Preta:  Edson Bastos; Cicinho, Cleber, Diego Sacoman e Uendel; Baraka, Bruno Silva, Ramirez (Rodrigo Biro) e Chiquinho (Magal); Alemão (Rildo) e William. Treinador: Guto Ferreira.

 Bragantino: Rafael Defendi; Diego Macedo, Kadu, Guilherme e Geandro (Magno Cruz); Carlinhos, Serginho, Preto (Danilo Sacramento) e Deyvid Sacconi (Malaquias); Léo Jaime e Lincom. Treinador: Mazola Júnior.

 Data: 09/05/2013, quinta-feira – 21h50

Local: Estádio Nabi Abi Chedid, Bragança Paulista-SP.

Árbitro: Rodrigo Braghetto (SP).

Auxiliar:  Carlos Augusto Nogueira Júnior (SP) e Daniel Luis Marques (SP).

Cartões Amarelos: Uendel e Cicinho (Ponte Preta); Carlinhos, Guilherme e Malaquias (Bragantino).

Cartão Vermelho: Bruno Silva (Ponte Preta); Léo Jaime e Guilherme (Bragantino).

Gols: Rildo e William [2] (Ponte Preta); Serginho (Bragantino).

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS