Ponte treina nesta manhã e Bruno Silva afirma que está pronto para o embate de quarta: estamos no caminho certo e queremos melhorar

 

A Ponte Preta faz nesta manhã, no Majestoso, o último treino antes de enfrentar o Botafogo na noite de quarta-feira. O técnico Guto Ferreira pode contar com o meia Ramirez – que voltou ontem do Peru após servir a seleção daquele país – e também com o volante Bruno Silva, que garante que a dor que sentiu após a última partida é coisa do passado. “Foi um incomodozinho ali no final do jogo, mas nada que preocupa não. Foi mais por causa do campo pesado. Estou sem dor, seguindo as orientações do DM e vou fazer os trabalhos. A princípio está tranquilo”, afirma.
 
Campeão duas vezes quando vestia a camisa do Avaí, o jogador acredita que o caminho para um título é trabalhar com empenho e manter os pés no chão. “Aqui a gente tá fazendo a mesma coisa, nem mais e nem menos, do que o trabalho que fizemos lá quando conquistamos título. Nosso primeiro objetivo é classificar. Depois que classificarmos, vamos sim conquistar o que está faltando para não dar mole no mata-mata. A princípio estamos no caminho certo, mas é lógico que todo mundo está cobrando pelo que estamos fazendo, queremos melhorar”, diz. 
 
Na opinião dele, o jogo de quarta será bastante difícil e o Botafogo é um adversário perigoso. “Mas a vitória de domingo foi um resultado vitória para levantar nossa moral. Fizemos dois jogos antes em que sabíamos que não demos o nosso melhor, e o jogo de domingo nos animou para na quarta-feira a gente poder conseguir ganhar dentro de casa, dar uma vitória para o nosso torcedor”, diz.
 
Bruno destaca a importância das “resenhas” que o técnico Guto Ferreira faz aos jogadores. “Olha, a gente brinca ali dizendo que uma conversa boa vale mais a pena que um dia de treinamento. Uma conversa para acertar, um cobrando o outro, onde todos ouvem onde pode melhorar, acho que é muito válida. E nessa altura do campeonato todo mundo está bem fisicamente, sabe o que tem que fazer. Então acho que esse papo do Guto é válido, ajuda bastante”, avalia. 
 
O jogador finaliza falando sobre a aproximação da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro, e sua disposição em atuar em ambos.  “Eu já falei ao treinador que quero jogar Copa do Brasil, Brasileiro, não quero ser poupado não. O campeonato brasileiro é um campeonato difícil e, assim como os outros, você não pode escolher: quem vier pela frente você tem que encarar de igual pra igual e procurar vencer. No entanto, como o Guto falou, vamos pensar primeiro no paulista. O nosso objetivo é sermos campeões e estamos no caminho. Nós temos o direito de sonhar pela campanha que estamos fazendo.” 

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS