Ponte treina na manhã desta quarta-feira (6) e viaja para Poços de Caldas-MG, onde enfrenta a Caldense nessa quinta-feira (7); zagueiro Douglas Grolli comemora fase de artilheiro e sequência no time titular

Foto: PontePress/FábioLeoni

 

A equipe da Ponte Preta realiza sua última atividade na manhã desta quarta-feira (6), em Campinas, antes de ir para Poços de Caldas-MG no período da tarde. Na cidade do Sul de Minas, a Ponte enfrenta na quinta-feira (7), o time da Caldense, em jogo válido pela 1ª Fase da Copa do Brasil 2016. Um dos atletas que deve estar presente no confronto é o zagueiro Douglas Grolli. Titular da zaga alvinegra, o atleta também se destacado pelos gols que tem feito. Já foram dois em seis jogos e o defensor está gostando da atual fase.

 

“A equipe vem em uma crescente. Conseguimos fazer bons jogos e é interessante quando o jogador começa a pegar confiança, em uma sequencia boa de partidas. Tudo começa a fluir com mais naturalidade. Graças a Deus está saindo gols, o que é a coroação de um trabalho. Zagueiro que faz gols sempre tem uma valorização grande e já pude fazer dois. Quem sabe mais para frente não consiga fazer mais e ajudar a equipe”, afirma Grolli, que reforça o quanto é importante se manter entre os 11 titulares.

 

“É importante ter uma sequencia e um padrão de jogo definido. Assim tudo acontece com mais naturalidade. Com jogos um em cima do outro, às vezes é difícil ter um entrosamento. É importante a manutenção do time, para que assim consigamos conhecer melhor o companheiro. Estamos vindo de bons jogos e isso tudo também é consistência desse padrão que foi definido, após a oscilação na competição. Agora é procurar manter esse foco e pegada, para que continuemos melhorando”, explica o zagueiro.

 

Além do entrosamento com toda a equipe, Douglas Grolli também comenta a parceria com Fábio Ferreira na defesa alvinegra. “Cada jogo procuramos melhorar. Estamos conversando para ter o entrosamento ideal e acho que o Fábio é um jogador mais técnico. Eu gosto mais do combate, marcando um pouco mais forte. Temos estilos diferentes, mas que acabam se completando. Acho que acaba formando uma boa dupla de zaga, apesar de termos grandes zagueiros no elenco. Temos que fazer bons jogos, para não dar espaço para os outros”, reforça o zagueiro, que está focado no duelo contra o Caldense, mesmo sabendo da decisão de domingo pelo Paulistão, quando a Macaca enfrenta o Rio Claro, buscando a classificação à fase seguinte.

 

“Tivemos pouco tempo de recuperação contra o Água Santa e agora tivemos um período melhor. Isso foi importante para fazermos um grande jogo quinta. Para mim o jogo mais difícil sempre é o próximo. A Copa do Brasil é uma competição importante e temos que fazer um grande jogo. Depois ainda tem Campeonato Paulista domingo e em quanto tivermos chances, vamos lutar até o final , para quem sabe conseguir a classificação, depois de tudo que passamos no campeonato”, completa.

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS