Já em Varginha-MG, onde enfrentará o Boa na terça, líder Ponte Preta faz última atividade no período da tarde desta segunda-feira (06), com Cafú e Rodinei em grande fase e querendo manter sequência positiva

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/GuilhermeDorigatti

O elenco da Ponte Preta , que lidera o Campeonato Brasileiro da série B com 50 pontos, realiza na tarde desta segunda (6) a última atividade antes de enfrentar o Boa amanhã. O treino da Macaca está marcado para o CT do Bola Preta, na cidade de Varginha-MG, local da partida. O jogo é importante, pois o adversário da Macaca também faz boa campanha e a alvinegra de Campinas quer se manter na primeira colocação e continuar abrindo vantagem em relação ao quinto colocado, para garantir o acesso à elite o quanto antes. O lateral-direito Rodinei e o atacante Cafú vêm fazendo uma boa parceira pelo lado direito e, no que depender deles, isso vai continuar.

“Eu e o Cafú sempre combinamos, antes das partidas, que dentro de casa tem que pegar a bola e ir para cima mesmo, porque o professor pede isso, e dentro ou fora, em qualquer lugar temos que ter personalidade para jogar e na hora de marcar fazer certinho. Vamos continuar assim até o fim do campeonato”, diz Rodinei, que valoriza a amizade dentro do elenco.

“Nós temos um grupo muito bom. Todos são amigos de todos dentro do elenco. Não tem vaidade e é por isso que tem dado certo. Agora é continuar nestas onze partidas que faltam, para conquistarmos o acesso e o título”, afirma o lateral, que comemora o bom rendimento do time.

“O momento é bom, empatamos nosso último jogo, mas estamos vindo de uma sequência positiva. É manter a mesma pegada, concentrar para a partida desta terça e conquistar os três pontos fora de casa, porque serão importantes nessa reta final”, ressalta o jogador, que tem opinião compartilhada pelo atacante.

“Estamos bem no campeonato, mas temos que manter os pés no chão. Sempre falamos que não podemos deixar a euforia vir para cabeça. Empatamos um jogo dentro de casa e isso já gerou uma desconfiança pra alguns torcedores, porque o time vinha de uma sequência de vitórias. Então temos que ter tranquilidade e mantermos essa tranquilidade durante o Brasileiro”, diz.

O atleta finaliza lembrando, em tom de brincadeira, que quase marcou no último jogo, mas teve seu gol transformado em assistência por Alexandro. “Eu falei com o Alexandro e ele disse que pensou que a bola ia sair, então achou melhor garantir. Sem dúvida, o mais importante é que conseguimos fazer o segundo gol e com o empate continuamos na liderança”, comemora.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS