Ponte sucumbe diante do melhor ataque do Paulistão e se despede entre os oito melhores: foco agora é voltar à Série A do Brasileiro

 

Crédito obrigatório para reprodução da imagem: PontePress/Victor Hafner

 

Na noite dessa quarta-feira (26) a Ponte Preta encarou o Santos na Vila Belmiro em partida válida pelas Quartas de Final do Campeonato Paulista. O jogo terminou com derrota pontepretana pelo placar de 4 a 0. Com o resultado, a Macaca encerra sua participação no estadual e inicia a preparação para a principal meta do ano, a disputa do Campeonato Brasileiro da Série B. A estreia alvinegra na competição nacional será contra o ICASA às 21h50 da sexta-feira, 18 de abril, no estádio Moisés Lucarelli. 

O Jogo:

Mesmo jogando fora de casa, a Ponte atacou primeiro, aos 3 minutos Antônio Flávio recebeu pela direita e chutou por cima do gol. Logo na sequência, Thiago Ribeiro cruzou da esquerda para Gabriel, mas Roberto saiu bem do gol para fazer a defesa. Aos 11, Geuvânio fez jogada pela direita e acertou a bola na rede pelo lado de fora.

Aos 15 minutos Adrianinho ergueu a bola na área e Alemão cabeceou para fora. Um minuto depois, Thiago Ribeiro arriscou de fora da área e Roberto agarrou. Aos 18, foi Cícero quem chutou de longe e parou nas mãos do goleiro pontepretano. 

Um minuto depois, Leandro Damião recebeu na entrada da área, cortou a marcação e chutou forte, mas Roberto fez grande defesa para evitar o gol. Aos 21, Geuvânio cobrou escanteio da direita, Neto desviou de cabeça e a bola sobrou para Cícero empurrar para dentro. 1 a 0.

Aos 35 minutos Adrianinho cobrou falta na área, Diego Sacoman desviou de cabeça, mas a bola saiu pela linha de fundo. Aos 38, Gabriel cruzou da esquerda e Leandro Damião cabeceou por cima do travessão. Três minutos depois Cicinho cruzou da direita, Leandro Damião chutou para a defesa de Roberto e, no rebote, Geuvânio bateu na trave. Sem mais lances de perigo, o primeiro tempo foi encerrado após um minuto de acréscimo.

Na volta do intervalo o Santos atacou primeiro. Logo no primeiro minuto Thiago Ribeiro arriscou de longe e mandou para fora. Aos 3 minutos, Leandro Damião lançou de bicicleta para Geuvânio invadir a área pela direita e chutar cruzado. 2 a 0 para os donos da casa.

Aos 14 minutos Antônio Flávio chutou de fora da área e mandou por cima do gol. Um minuto depois, Gabriel recebeu na entrada da área, ajeitou e bateu rasteiro para ampliar o placar. 3 a 0 na Vila Belmiro.

A primeira mudança na Ponte aconteceu aos 22, Alemão saiu para a entrada de Rossi. Três minutos depois, Bida entrou no lugar de Adrianinho. Aos 28, Thiago Ribeiro chutou forte de fora da área e Roberto espalmou para fora. Dois minutos depois, Diego Cardoso passou por Roberto e bateu, mas Diego Sacoman apareceu bem para evitar o gol.

Aos 32 minutos Ferrugem cobrou falta da intermediária direto para fora. Dois minutos depois, Cícero foi até a linha de fundo pela direita e cruzou para trás, Diego Cardoso veio em velocidade e tocou para dentro. 4 a 0.

O treinador Vadão promoveu a última mudança na equipe aos 39, Neílson entrou no lugar de Silvinho. Aos 44 minutos Rossi chutou da entrada da área e Aranha segurou firme. Sem mais lances de perigo, o jogo foi encerrado sem acréscimos. 

Ficha Técnica:
 
Ponte Preta: Roberto; Ferrugem, César, Diego Sacoman e Magal; Bruno Silva, Fernando Bob e Adrianinho (Bida); Silvinho (Neílson), Antônio Flávio e Alemão (Rossi). Treinador: Vadão.

Santos: Aranha; Cicinho, Neto, David Braz e Mena; Arouca, Cícero e Geuvânio; Gabriel (Alison), Thiago Ribeiro (Alan Santos) e Leandro Damião (Diego Cardoso). Treinador: Oswaldo de Oliveira. 
 
Data: 26/03/2014, quarta-feira – 19h30.
Local: Vila Belmiro, Santos-SP.
Árbitro: Vinícius Furlan.
Auxiliar: Danilo Ricardo Simon Manis e Alex Ang Ribeiro.
Cartões Amarelos: (Ponte Preta); Alison (Santos).
Gols: Cícero, Geuvânio, Gabriel e Diego Cardoso (Santos).

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS