Ponte se reapresenta na tarde desta segunda e Fellipe Bastos ressalta: enquanto houver chance, a gente vai buscar

 

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/MarcosRibolli

Só a vitória interessa nesta quarta-feira contra o Coritiba e é com este pensamento que o elenco da Ponte Preta se reapresenta na tarde desta segunda no Majestoso, onde faz o primeiro treinamento da semana. Apesar de decepcionados com a derrota na última rodada contra o Santos, os jogadores alvinegros garantem que não perderão o empenho e continuam acreditando na manutenção do time na série A .

“Vamos continuar tentando vencer sempre e temos certeza que é possível. Enquanto houver chance, a gente vai buscar”, diz o meia Fellipe Bastos. O jogador conta que considerou injusto o resultado do final de semana. Para ele, a Ponte se impôs – para se ter uma ideia, foram 18 finalizações da Macaca contra 12 do  oponente -, foi superior na maior parte do tempo e merecia no mínimo um empate.

“No primeiro tempo o Jorginho tinha avisado que faltavam poucos minutos e acabamos tomando o gol. Aí eles voltaram fechados e no contra-ataque e conseguiram o que queriam, nós tivemos que sair pro jogo. No finalzinho ainda tivemos duas chances de empate, com  cabeçada do Sacoman e um lance do William que o Aranha defendeu”, lamenta.

O jogador, porém, prega o foco total para vencer na quarta, diante da torcida – o Coritiba é o primeiro time fora da zona de rebaixamento, o que torna a partida um confronto direto, o famoso “jogo de seis pontos”. Para este jogo, marcado para às 21 horas no Moisés Lucarelli (e com ingressos a R$ 5,00 para o pontepretano que usar a camisa do time), Jorginho tem dois desfalques: Ferron e Elias, ambos suspensos pelo terceiro amarelo.

 

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS