Ponte Preta precisa da reabilitação contra o Cruzeiro em Uberlândia nesse domingo (17) e técnico Jorginho quer que grupo acredite na permanência na Série A

 

A equipe da Ponte Preta encara neste domingo (17), às 17 horas, o campeão do Campeonato Brasileiro Cruzeiro. A partida será no estádio Parque do Sabiá, em Uberlândia, e é válida pela 35ª rodada da competição. Buscando a recuperação na tabela do Brasileirão, já que está na 18ª posição, com 34 pontos, a Macaca vai em busca da vitória. Só este resultado interessa e o técnico Jorginho procurou passar ao grupo que ainda é possível.

 

“Falamos ao grupo da nossa realidade. Do momento que estamos passando, mas que ainda é possível. Nosso presidente veio nos dar apoio aos atletas e disse que acredita no trabalho e que temos todas as condições de superar, mesmo estando mais difícil. Ainda é possível. Falei com os atletas sobre o jogo, o que aconteceu na partida anterior e não podemos desistir. Temos 12 pontos a serem disputados e vamos buscar conquistar esses pontos”, afirma o treinador da Macaca, que falou sobre o adversário de logo mais.

“Não tenha dúvida que o Cruzeiro é uma grande equipe e por isso é campeã. Sabemos que é um jogo difícil, não temos certeza de como eles virão, se com a maioria de titulares ou com uma equipe mesclada. Mas o importante é que eles virão em um momento de festa e nós não. Nós entraremos totalmente focados no nosso trabalho e quem sabe não podemos tirar proveito disso”, diz Jorginho.

Apesar do time da casa já ser o campeão, o treinador da Ponte acredita em um jogo complicado. “Não há dúvida que o Cruzeiro vai querer ter um bom resultado. É um grupo que tem um plantel muito bom. Os reservas mantém o mesmo nível. Nós vamos entrar muito concentrados, porque se conseguirmos os três pontos, as coisas podem mudar, dependendo dos outros resultados”, diz o técnico, que cita exemplos de como é possível reverter situações ‘impossíveis’ no futebol.

“Temos que acreditar, porque tudo é possível no futebol. Sempre lembro um dos jogos que marcou minha vida. Eu estava no Vasco, perdendo de 3 a 0 para o Palmeiras e viramos o jogo para 4 a 3, com um jogador a menos. Ninguém acreditava. Ganhamos a Copa Mercosul. São exemplos como esse, até da própria Ponte em 2003, quando conseguiu se livrar. Temos que acreditar no que está sendo feito, não só em histórias do passado, mas de realidade que podemos vencer nossos jogos. Tivemos uma sequencia muito boa de vitórias e empates e podemos nos livrar dependendo da combinação de resultados”, afirma.

O confiante Jorginho completa falando que vai levar o que tem de melhor para Minas Gerais. “Não vamos poupar ninguém. Não temos mais tempo para isso e temos que dar tudo o que temos nesses quatro jogos e nas partidas pela Copa Sul-Americana. De uma forma geral queremos sempre ir com a força máxima”.

O jogo de hoje tem transmissão pelas rádios esportivas de Campinas (FM 99,1 e AM 1170, 1270 e 870), bem como pay-per-view. A cobertura completa você confere aqui no site oifical após o apito final.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS