Último jogo:
América-MG 2X0 Ponte Preta

Local: Independência

Campeonato Brasileiro | 9ª Rodada | 09/06/2024 - 18:30

Próximo jogo:
Ponte Preta X Novorizontino

Local: Moisés Lucarelli

Campeonato Brasileiro | 10ª Rodada | 15/06/2024 - 17:00

Ponte Preta, o maior clube do Interior do Brasil na Copa São Paulo, recorda título de 1981: Chicão artilheiro

A Ponte Preta é o clube do interior do Brasil com o maior número de conquistas na Copa São Paulo. Foram dois títulos (1981/82) e cinco vice-campeonatos (1975, 1977, 1986, 1995 e 1998) que a colocam no Top10 dos maiores vencedores da maior e mais tradicional competição Sub-20 do País (Veja quadro no final da matéria).

Com a chegada de mais uma edição, após a virada do ano, o site oficial da Macaca vai recordar detalhes de cada conquista, ano a ano, com curiosidades e feitos marcantes da categoria de base, que é uma das que mais revela jogadores para o futebol nacional.


O PRIMEIRO TÍTULO: CHICÃO ARTILHEIRO

Em 1981, a Ponte Preta foi campeã com o treinador Milton dos Santos, conhecido por arrebanhar grandes talentos nas equipes inferiores. O time da Ponte foi campeão com uma formação que teve o atacante Chicão como grande destaque.

Ele ainda tinha idade Sub-20, mas já atuava entre os profissionais. Foi chamado para reforçar o time na Copinha e não decepcionou. Dividiu a artilharia da competição com Casagrande, do Corinthians, com seis gols cada.

Vale destacar que Chicão seria artilheiro na edição seguinte, quando a Ponte se tornou bicampeã. Pelas grandes atuações, o atacante acabou sendo convocado para a Seleção Brasileira que jogou a Olimpíada de 1984 e conquistou a medalha de prata em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Até hoje, Chicão é o terceiro maior artilheiro da história do clube, 106 gols. Apenas Dicá, com 155, e Paulinho, com 140, estão à frente do craque.

A CAMPANHA

O título de 1981 na Copinha foi conquistado com apenas uma derrota, ainda na fase de grupos, para o Matsubara, do Paraná. O resultado não chegou a atrapalhar a classificação para a segunda fase como primeira colocada após vitórias sobre o Atlético Mineiro e Juventus.

Nas quartas-de-final, a Ponte passou pela  Portuguesa, por 1 a 0. Nas semis, veio a vitória mais expressiva, por 3 a 1, contra o campeão da edição anterior, o Internacional.

Na finalíssima, disputada dia 23 de dezembro de 1980, o São Paulo era o adversário no Pacaembu lotado. A Ponte venceu graças ao gol de pênalti anotado por Celso, aos 16 do segundo tempo.

OS JOGOS

7/12/1980 – Ponte 2×0 Atlético-MG
10/12/1980 – Ponte 1×2 Matsubara
13/12/1980 – Juventus 0x1 Ponte
18/12/1980 – Ponte 1×0 Portuguesa
21/12/1980 – Ponte 3×1 Internacional
23/12/1980 – São Paulo 0x1 Ponte

OS HERÓIS DA FINAL

Ponte Preta
Wilsom; Everaldo, Beto, Zarur e Paulo César; Sílvio, Perrela (Mauro) e Delano; Roberto, Chicão e Celso. Técnico: Milton dos Santos.

São Paulo
Naim; Flávio, Vilela, Sérgio Márcio e Nelsinho; Márcio (Paraná) (Sidnei), Ferreira e Fábio; Fumê, Marquinhos e Luis Fernando. Técnico: Firmo de Melo.

 

OUÇA E VEJA O GOL DO TÍTULO

Narração Rádio Globo com imagens da TV Cultura

Curiosidade: O repórter era Fausto Silva

https://www.youtube.com/watch?v=kckl5q8iQP0

 

MAIORES VENCEDORES DA COPA SP

Time                                Títulos  Vice

1º) Corinthians                 10           8

2º) Internacional             5             1

3º) Fluminense                 5             2

4º) São Paulo                     4             7

5º) Flamengo                    4             0

6º) Santos                          3             3

7º) Atlético-MG                3             1

8º) Ponte Preta            2             5

9º) Palmeiras                     2             2

10º) Portuguesa                 2             1


Fotos: Museu do Futebol
Áudio/Vídeo: YouTube
Texto e Pesquisa: Paulo Santana
Fonte: PontePress

Compartilhe em suas redes sociais