Ponte Preta enfrenta Sampaio Correa-MA fora de casa neste sábado (02), às 16h20, e Guto Ferreira espera manter bom retrospecto contra maranhenses e conquistar a vitória

 

Crédito obrigatório para reprodução da imagem: PontePress/Victor Hafner

 

A Ponte Preta enfrenta o Sampaio Correa-MA na tarde desta sábado (02) buscando se reabilitar no Campeonato Brasileiro da Série B. A partida válida pela 14ª Rodada da competição será disputada às 16h20, no Estádio Castelão, na capital São Luís. O confronto entre as duas equipes na casa dos maranhenses é positivo para a Macaca. Foram realizadas até hoje três partidas em São Luis, com um empate e duas vitórias da equipe alvinegra.

No dia 23 de março de 1955, a Ponte derrotou o Sampaio Correa por 5 a 1, no estádio Santa Isabel; em 29 de março de 1955, a Macaca venceu o confronto por 4 a 2, no mesmo local e no dia 19 de outubro de 1977, no estádio Nhozinho Santos os dois times empataram em 0 a 0. E é querendo manter esse retrospecto positivo que o técnico Guto Ferreira deseja que o time melhore seu rendimento em relação ao último jogo, que resultou na eliminação da Copa do Brasil. 

“A expectativa é de poder fazer um jogo melhor. O futebol apresentado pela equipe ainda está muito aquém do que nós queremos, precisamos melhorar bastante. O time do Sampaio Correa está melhor colocado do que o Vasco na tabela do Brasileiro e ainda tem situações de clima que são diferentes dos que estamos habituados. Temos que nos adaptar da melhor maneira possível para o time não sentir e fazer um bom jogo”, afirma o treinador, que tem a expectativa de utilizar os atletas que não puderam jogar contra o Vasco pela Copa do Brasil.

“A entrada dos atletas que não puderam atuar contra o Vasco fará com a equipe tenha um crescimento. É um grupo diferente do que atuou no meio de semana e acreditamos que quem entrar pode dar um corpo maior ao time”, afirma o comandante pontepretano. As previsões do clima para a partida não são tão rigorosas: no sábado a temperatura deve variar entre 24 e 31 graus, com umidade relativa em torno de 60% e até com possibilidade de pancadas de chuva. Para Guto Ferreira, se essa situação se confirmar, ela pode ajudar a Ponte.

“Quanto mais parecido tiver o clima com o nosso, menor será a dificuldade. Vamos aguardar para ver o que iremos encontrar e desta forma entrar em campo buscando dar o nosso melhor”, completa Guto. O torcedor que quiser acompanhar a Ponte Preta pode acompanhar o jogo pelo Premiere FC. No rádio as opções em Campinas são, FM 99,1 e AM 870 e 1170, bem como pela Internet na webrádio Macacada Reunida.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS