Ponte Preta enfrenta o Grêmio nesta quarta-feira (08) para buscar a vitória e subir na classificação

Crédito obrigatório:
PontePressFabioLeoni

Só a vitória interessa para a Macaca nesta quarta-feira contra o Grêmio. Após o revés para o Bahia em Salvador a equipe treinou e conta com a volta dos jogadores que estavam suspensos.

O treinador Eduardo Baptista falou sobre os reforços da equipe para encarar os gaúchos e fala sobre a recuperação de jogadores que não vinham sendo aproveitados. “O Sheik é um jogador importante. Veio para isso. Foi até bom esse descanso entre aspas para ele, para recuperar, treinar e nos ajudar. É um jogo importante e pesado e ter ele em campo descansado é muito bom. Quando cheguei aqui tinha muitos jogadores que diziam que não podiam jogar porque a torcida pressiona, a imprensa não gosta, e a minha função é recuperar e colocar todos em condição de jogo. Alguns jogadores temos conseguido recuperar”.

Baptista espera um jogo difícil, mesmo com a equipe gaúcha não vindo com alguns titulares. “O Grêmio tem um elenco forte. Não vem o Luan, mas vem o Everton que foi decisivo no último jogo. São jogadores que querem jogar uma final de Libertadores e disputar um Mundial. É uma concorrência muito forte lá dentro. Quem acha que vai achar alguma coisa mais fácil de enfrentar está muito enganado. Aqueles jogadores que buscam espaço as vezes são mais perigosos do que aqueles que tem lugar garantido. O Grêmio vem forte e temos que estar atentos”.

O treinador defendeu os treinos fechados para a imprensa e falou sobre as finais que a equipe terá pela frente. “Só fato de o adversário não saber o time da Ponte que vai entrar em campo, já faz valer um treino fechado. Isso é importante. Ainda temos algumas dúvidas. São coisas que procuramos esconder e o mundo todo faz isso. Vocês estão aqui para relatar o que veem e não queremos que o adversário saiba. A gente tem vivido semanas decisivas. Contra o Corinthians foi assim e vencemos. Criamos uma expectativa contra o Bahia e não aconteceu. O trabalho e a aplicação são os mesmos. Estão todos colaborando para tirar a Ponte Preta dessa situação. Estamos focados para buscar a vitória contra o Grêmio. E a vitória é apenas um passo. As coisas não estarão resolvidas, o trabalho continua”.

Baptista deixou bem claro a meta de vitórias em casa. “A meta de três vitórias em casa ela tem que acontecer. A gente não pode fugir disso. Apesar de encararmos um adversário duríssimo como o Grêmio, não temos outro resultado para pensar. Depois Atlético e mesmo Vitória com um desempenho fora de casa muito bom, a Ponte Preta precisa pontuar dentro de casa. Precisamos de três vitórias em casa. Precisamos melhorar fora de casa também. O nível de concentração tem que ser alto. A motivação, o próprio torcedor empurra a equipe. Algo que a gente busca quando pega fortes adversários. Temos que ter essa mesma concentração quando enfrentar outros adversários também”.

 

Quem não estiver no Majestoso, tem como opção assistir ao jogo pela Globo para todo Brasil (menos para quem estiver em Campinas, Rio de Janeiro e Espírito Santo), Premiere e Premiere Internacional, além de ouvir no rádio (FM 99,1, AM 870 ou 1170) ou ainda pelas webradios Alberto César, Futebol Interior, Macacada Reunida ou PonteNews.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS