Ponte perde para o Corinthians e permanência na A1 do Paulista será decidida na última rodada

Foto: MarcosRibolli

 

A Ponte Preta foi a São Paulo em busca de pontos importantes, mas foi derrotada por 5 a 0 pelo Corinthians. Com o resultado, a manutenção na série A1 do Paulista vai ser definida na última rodada do campeonato, quando todas as equipes entram em campo no mesmo horário, às 16 horas de domingo.

“Cometemos erros graves no primeiro tempo, que contra uma equipe como o Corinthians não podia ter. Mas enquanto tivermos chances vamos lutar, treinar durante a semana demais e fazer o jogo da vida contra Ituano”, afirma.

A alvinegra obrigatoriamente terá de vencer Ituano e torcer para que a Ferroviária ou o Santos façam no máximo mais um ponto – o time de Araraquara enfrenta o próprio Santos no meio da semana e depois o Mirassol, enquanto o time praiano tem pela frente , além da Ferroviária, o Água Santa.

O jogo

A Macaca saiu atacando antes do primeiro minuto, com Matheus Anjos sendo derrubado com falta. A cobrança foi feita na área, mas Cássio ficou com a bola. Aos três, Jean Carlos recuperou bola em ataque do adversário e saiu em contra-ataque rápido, mas foi derrubado pelo adversário.

Aos quatro, ataque dos donos da casa. Willian arrancou pela esquerda, mas foi desarmado por Léo Santos. Aos sete, nova jogada pela esquerda, com Jean Carlos passando para Ribamar. O atacante mandou para Matheus Anjos, mas a bola acabou saindo pela lateral.

Aos 12, Matheus Anjos cobrou escanteio na área adversária e na confusão o Corinthians recuperou a bola e saiu em velocidade. A ponte bloqueou o lance e oponente invertei a bola para Roger Guedes chutar perigosamente, mas Ygor Vinhas fez ótima defesa e espalmou para fora.

Aos 14, os donos da casa abriram o placar, em jogada rápida com chute colcado de Renato Augusto, do bico da área, após a defesa pontepretana bloquear a tentativa inicial de Mosquito. Ygor Vinhas se esticou e chegou a tocar na bola, mas ela bateu na trave e entrou.

Aos 17, Ribamar recebeu, passou por dois e pelo goleiro Cássio, cruzando a bola já no fundo do campo, e ela passou lambendo o travessão adversário. Aos 22, Léo Naldi desceu pela esquerda, mas acabou sendo bloqueado por Fagner.  Aos 24, Léo Santos desceu pela direita e ganho escanteio. Fessin mandou na área, superpovoada, e após bate e rebate a bola foi mandada para o campo defensivo da Macaca.

A Ponte insistia em busca do empate e aos 24, Leo Santos foi derrubado com cotovelada nas costas, mas o árbitro deu bola ao chão.   O Corinthians atacava mais e a Ponte buscava se defender e encaixar contra-ataques. Porém, aos 44, Paulinho marcou o segundo, em chute à queima-roupa de Ygor Vinhas, sem chance.

Aos 47, quase o adversário amplia, mas Ygor bloqueou a visão de Mosquito e ele chutou a bola mais aberta, batendo na trave. Na sequência, porém, Mosquito fez jogada de velocidade e encobriu Vinhas. 3 a 0 e final de primeiro tempo.

A etapa complementar começou com os donos da casa vindo pra cima e logo aos três Ygor Vinhas fez bela defesa em chute de William. Aos 11, a Ponte chegou ao campo adversário, com chute de Pedro Jr após bom passe de Léo NAldi, mas Cássio defendeu. Aos 13, Piton passou pela ponta esquerda e cruza do outro lado para Adson, que bateu colocado para boa defesa de Ygor Vinhas.

Aos 15, porém, saiu o quarto gol do oponente. Fagner deu para Adson, que dominou e bateu para o fundo do gol. A arbitragem anotou impedimento, mas o VAR validou o gol.  Aos 21, Ribamar cabeceou e a bola passou perto do gol de Cássio.

Aos 25, Ribamar foi lançado em profundidade, mas perdeu a disputa para Gil e não conseguiu concluir. Aos 38, quase saiu o gol  da Ponte. Pedro Junior invadiu a área e cortou, tirando o goleiro oponente da jogada, mas Fagner tirou em cima da linha. Aos 41, o juiz deu o segundo cartão amarelo a João Pedro e o expulsou. Mas, revendo o lance no VAR, reviu a decisão e  expulsou Kevin.

Aos 45, a Macaca ganhou escanteio. Na cobrança, Moisés Ribeiro cabeceou com perigo na área, mas  João Victor desviou para novo escanteio Aos 49, em lance, o Corinthians marcou o quinto gol, no último lance do jogo.

 

Ficha do jogo

Ponte Preta: Ygor Vinhas; Kevin, Thiago Oliveira, Fabrício e Jean Carlos; Léo Santos (Moisés Ribeiro), Léo Naldi, Matheus Anjos (Thalles), Wesley (João Pedro) e Fessin (Pedro Jr); Ribamar (Josiel). Técnico: Hélio dos Anjos.

Corinthians: Cássio; Fagner, João Vitor, Gil e Lucas Piton (Gustavo Mantuan);  Du Queiroz (Cantillo), Renato Augusto, Paulinho e Gustavo Mosquito (Adson); William e Roger Guedes. Técnico: Vítor Pereira.

Gols: No primeiro tempo, Renato Augusto aos 14, Paulinho aos 44 e Mosquito aos 47. No segundo tempo, Adson aos 15 e Gustavo Mantuan aos 49.

Arbitragem: Luiz Flavio de Oliveira apitou, com os assistentes Daniel Paulo Ziolli e Anderson Jose de Moraes Coelho. O quarto árbitro foi Pablo Rodrigo Soares de Oliveira e o VAR ficou a cargo de José Claudio Rocha Filho

Cartões amarelos: Du Queiroz, Roger Guedes, Fagner  (Corinthians); Wesley , Matheus Anjos, Pedro Jr, João Pedro, Leo Naldi, Moisés Ribeiro (Ponte Preta)

Cartões vermelhos: Kevin (Ponte)

Público pagante: 39.488 (total: 39.685)

Renda: R$ 2.384.518,00

Jogo realizado na Neoquímica Arena, válido pela 11ª rodada do Paulistão.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS