Ponte perde em Ribeirão Preto, fica a quatro pontos do G4 e vai buscar reabilitação contra o Londrina

Foto:PontePress/ThiagoToledo

A Ponte Preta encarou o Botafogo na manhã desse sábado (05) no estádio Santa Cruz em Ribeirão Preto e perdeu pelo placar de 4 a 1, com gol marcado pelo artilheiro Roger cobrando pênalti. Com o resultado, a Macaca permanece com 35 pontos ganhos, quatro atrás do G4, na 9ª colocação.

A busca pela reabilitação vai ser no próximo jogo da equipe alvinegra diante do Londrina pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. A disputa está marcada para às 21h30 da próxima terça-feira, 08 de outubro, no Estádio Moisés Lucarelli em Campinas.

O Jogo:

Mesmo jogando fora de casa, foi a Ponte quem atacou primeiro. Logo no primeiro minuto Roger tabelou com Renato Cajá, que ajeitou de calcanhar, e chutou de fora da área para a defesa do goleiro Darley. No minuto seguinte, os donos da casa chegaram com Marlon Freitas, que avançou pelo meio e bateu de longe para abrir o placar em Ribeirão Preto.

Aos 15 minutos quem arriscou de longe foi o volante Edson, mas a bola saiu por cima do gol adversário. Na sequência, Murilo recebeu lançamento pela esquerda, entrou na área e bateu cruzado para ampliar o placar para os donos da casa.

Devido ao forte calor na cidade de Ribeirão Preto, a árbitra da partida assinalou uma parada técnica para reidratação aos 30 minutos de jogo. Aos 42, a Ponte teve falta pela esquerda, ao lado da área, Renato Cajá cobrou direto para surpreender o goleiro do Botafogo, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Aos 43 minutos Renato Cajá cobrou escanteio da direita e Renan Fonseca subiu alto para desviar de cabeça, mas mandou por cima do travessão. Dois minutos depois, Pará cobrou falta para dentro da área e a árbitra marcou pênalti para dos donos da casa. Na cobrança, Marlon Freitas chutou forte e marcou mais um.

Sem tempo para mais nada, o primeiro tempo foi encerrado após os 4 minutos de acréscimos.

Na volta do intervalo, o treinador Gilson Kleina promoveu a primeira alteração da equipe com a entrada de Dadá no lugar de Vico. Com a bola rolando, a primeira chance foi da Macaca com um chute da intermediária de Dadá, que só não entrou porque o goleiro Darley desviou com a ponta dos dedos, a bola ainda bateu na trave antes de sair para escanteio.

Aos 9 minutos Dodô cruzou da direita e Bruno Moraes finalizou pela linha de fundo. Dois minutos depois, a Ponte mudou pela segunda vez com a entrada de Camilo no lugar de Lucas Mineiro. Aos 19, Dadá entrou na área pela esquerda, foi derrubado e árbitra assinalou o pênalti. Na cobrança, o artilheiro Roger mandou a bola dentro da rede e diminuiu o placar.

Dadá cobrou falta da esquerda aos 23 minutos, mas o goleiro Darley espalmou para escanteio. Após a cobrança, Gerson Magrão cruzou rasteiro da esquerda, a bola desviou em Trevisan e foi para fora. Aos 25, Leonan acionou Dodô pela direita, ele dominou e bateu cruzado para marcar o gol do Botafogo.

Aos 34 minutos Dodô cruzou da direita e Renan Fonseca apareceu bem para cortar o lance. Na sequência, a terceira substituição alvinegra foi processada com a entrada de Bill no lugar de Renato Cajá. Aos 47, Roger recebeu a bola na área, girou na marcação e bateu cruzado pela linha de fundo. Sem mais lances de perigo, o segundo tempo foi encerrado após os três minutos de acréscimos.

Ficha do Jogo:

Ponte Preta: Ivan; Arnaldo, Renan Fonseca, Reginaldo e Trevisan; Edson, Lucas Mineiro (Camilo), Gerson Magrão e Renato Cajá (Bill); Vico (Dadá) e Roger. Treinador: Gilson Kleina.

Botafogo: Darley; Lucas Mendes, Luiz Otávio, Didi e Pará; Higor Meritão (Leonan), Pablo, Marlon Freitas e Murilo (Nadson); Júlio Cesar (Dodô) e Bruno Moraes. Treinador: Hemerson Maria.

Gols: Roger (Ponte Preta); Marlon Freitas [2], Murilo e Dodô (Botafogo).
Cartões Amarelos: Vico e Trevisan (Ponte Preta); Dodô (Botafogo).

Árbitro: Edina Alves Batista (SP)
Auxiliares: Bruno Salgado Rizo (SP) e Miguel Caetano Ribeiro da Costa (SP)

Data: 05/10/2019 – 11 horas
Local: Estádio Santa Cruz – Ribeirão Preto/SP

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS