Ponte inicia sua trajetória na temporada 2016, em jogo fora de casa contra o Oeste; confronto que abre o Paulistão, marca a estreia oficial de Vinícius Eutrópio no comando da Macaca

 

Foto: PontePress/GuilhermeDorigatti

 

A equipe da Ponte Preta entra em campo na noite deste sábado (30), em jogo válido pela 1ª Rodada do Campeonato Paulista – Série A1. O primeiro confronto do ano da alvinegra é contra o Oeste, na cidade de Itápolis. Para o técnico Vinícius Eutrópio, que faz sua estreia oficial no comando da Macaca, a pré-temporada foi positiva, apesar da reformulação do elenco.

 

“Dentro do tempo possível que nós tivemos, e de alguns imprevistos, por conta de cinco atletas que saíram e outro cinco, que ao longo da preparação também não estão à disposição para esse primeiro jogo, procuramos otimizar o nosso tempo ao máximo. Também buscamos conscientizar cada jogador sobre a importância da estreia, da camisa da Ponte, do grupo e a do pensamento positivo. Para mim vale muito essa questão mental, para que tenhamos essa força na estreia e ao longo da competição”, explica o treinador, que faz sua análise à respeito do primeiro adversário.

 

“A equipe do Oeste tem uma média de idade de 28,5 anos. É uma equipe experiente. Tem atletas abaixo dos 25 anos e com jogadores que atuaram em Série A ou Série B. O Oeste já tem um histórico de atuar em cima da pressão do estádio deles. É uma estreia de competição, em que todos estão zerados, o que torna diferente do que se fossemos jogar no campo deles mais à frente. Tem atletas de qualidade como Marcelinho Paraíba, Ricardo Bueno, Mazinho, é uma equipe de qualidade. Com certeza o Paulistão é um mini Campeonato Brasileiro”, avalia o técnico.

 

Já quando o assunto são os seus comandados, Eutrópio ressalta o quanto será importante os atletas buscarem se superar dentro de campo, por conta de ser um início de projeto. “Eu sempre volto a frisar que o título será uma consequência. Temos etapas a serem cumpridas. Eu acredito que nestes três primeiro jogos essa etapa será mais difícil, em virtude dos imprevistos que aconteceram. Mas é uma oportunidade aos jogadores que surgiu e que tem que ser aproveitada. Se eles estão dentro da equipe da Ponte Preta, vestindo a camisa e estando dentro do grupo, é porque tem essa condição. Isso tudo vai demonstrar a força do grupo e que esses jogadores tem que ter. Gradativamente vamos encorpando, mas esses resultados de início serão muito importantes, mostrando personalidade e passando por esses obstáculos”, explica o comandante, que está consciente que muitos atletas que estão chegando serão comparados com outros que saíram e fizeram sucesso no clube.

 

“O ser humano é imediatista e a comparação é algo natural. É uma reformulação. São cinco atletas que saíram e o que nós trabalhamos com quem compõe o grupo hoje, é a personalidade e ter tranquilidade e confiança. Temos no ano um calendário de 60 a 70 partidas. E um jogo não vai decidir quem é o melhor e se nós vamos chegar ou não. Tenho que trabalhar esse lado emocional, mas também com os pés no chão, para que eles também não possam jogar um ano fora. Essa primeira partida é importante, mas temos todo um trabalho para não cair nessa armadilha”, diz Eutrópio que exalta a importância da torcida pontepretana.

 

“Eu gostei do fato do jogo ser de portões abertos. Vamos poder ter a nossa torcida. Sei que nosso torcedores estão se mobilizando e eles são importantes nesse momento. Que o torcedor vá, nos prestigie e que eles saibam que são nosso diferencial no momento ruim e no momento bom do jogo. A torcida faz a diferença e o pontepretano sabe disso. A equipe vai pecar em algumas coisas, mas não por vontade, por pegada, garra. Isso jamais. Vamos lutar sempre do começo ao fim e que o torcedor saiba que tem muito valor nisso Precisamos de ajuda. Isso é algo honesto de minha parte e conto com eles”, completa.

 

Quem não puder ir até Itápolis ver a primeira partida da Ponte de perto, pode conferir na transmissão por pay-per-view (Première FC) e pelas rádios esportivas de Campinas (FM 99,1 e AMs 870 e 1170), além de transmissão pelas webradios Macacada Reunida e Pontenews.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS