Ponte enfrenta Paraná, desta vez pelo Campeonato Brasileiro, e técnico Dado Cavalcanti cobra melhor futebol dos atletas para sair coma a vitória: tolerância será mínima

 

Crédito obrigatório para repdrodução da imagem: PontePress/Victor Hafner

 

A Ponte Preta tenta voltar a vencer no Campeonato Brasileiro na noite desta terça-feira (27). A equipe enfrenta o Paraná Clube, às 19h30, no estádio Durival de Britto, em Curitiba-PR. A partida é válida pela 8ªRodada do Campeonato Brasileiro da Série B, no qual a Macaca está a três pontos do G4. Para o técnico Dado Cavalcanti, é preciso buscar pontuar o máximo possível para compensar pontos perdidos no início de competição.

“Temos que fazer a nossa parte, não podemos depender dos outros. Sabemos onde estamos devendo e precisamos pontuar mais, até para atingirmos o nosso objetivo antes da parada da Copa. Vamos pensar apenas em conquistar estes três pontos contra o Paraná”, afirma o treinador, que não esconde a insatisfação com os resultados que time deixou de conquistar e cobra melhores apresentações de seus comandados.

“É necessário a cobrança, é necessário exigir, principalmente de quem pode dar mais. E nosso grupo pode dar mais, principalmente em resultados. Quanto a rendimento, a equipe tem feito bons jogos, estamos superando nossos adversários na questão técnica, criando mais situações e ficando mais com a bola. Mas não está vindo o resultado e é isso que fortalece mais o grupo, dá confiança, faz com a equipe chegue à frente na competição…e isso está faltando. É preciso ter um pouco mais de competitividade no momento de definição, não só ao ataque, mas também na defesa”, diz o técnico.

O adversário desta rodada já é conhecido do atual elenco. Os times se enfrentaram duas vezes recentemente pela Copa do Brasil, onde a Macaca saiu classificada. Para Dado, é um fator importante e que acrescenta no conhecimento que os atletas já têm sobre o time de Curitiba. “Contribui, assim como o adversário também tem o conhecimento da nossa equipe. Sabemos que eles têm uma bola parda muito forte,jogadores técnicos e outros que aproveitam bem a bola aérea. Se pegarmos os jogos do Paraná em momento de competição, foi com jogadas com bolas alçadas na área. É uma preocupação que nós temos e é preciso tomar cuidado com essas bolas”, ressalta Dado

Ele reforça que o momento agora é de ação e que não irá tolerar outro desempenho ruim do time. “Sempre fui muito informativo aos jogadores. Busco passar informações dos adversários, do nosso grupo, correções de defeitos e agora é o momento de cobrança. A tolerância é mínima. É hora de cobrar”, completa. A partida desta noite tem transmissão pela SporTV e Première FC e das rádios de Campinas, FM 99,1 e AM 870 e 1170.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS