Ponte enfrenta Palmeiras às 16 horas deste domingo (25) e quer manter 100% de aproveitamento no Majestoso

Foto:PontePress/FábioLeoni

A Ponte Preta entra em campo às 16 horas deste domingo (25) para fazer aquele que será o segundo de três jogos no Majestoso em oito dias. Após ter vencido o Cruzeiro por um a zero na noite de quinta, a Macaca enfrenta hoje o Palmeiras em busca de uma nova vitória para manter os 100% de aproveitamento em casa e, na próxima quinta-feira, volta ao gramado do Moisés pela Copa Conmebol Sudamericana contra o Club Sol de América. O foco agora, porém, é um só: conquistar três pontos nesta tarde, o que pode levar o time ao G4 dependendo dos demais resultados da rodada.

“Não sabemos com quem o Palmeiras vai entrar em campo, mas eles têm um conjunto de alta qualidade, vai dar trabalho pra todo mundo. Porém em nosso time tudo está se encaixando, com todo mundo marcando e defendendo bem, e conquistando vitórias no Majestoso. Dentro do Moisés é diferente, a gente que já jogou antes pela Ponte sabe e o (Emerson) Sheik mesmo falou outro dia que jogar aqui é muito bom. Eu e todos que vestem a camisa da Ponte gostam porque  aqui a torcida apoia, o ambiente é muito favorável pra equipe”, diz o zagueiro Rodrigo, um dos responsáveis pela Macaca estar há duas partidas sem  tomar nenhum gol.

O xerife alvinegro, porém, divide os méritos com os colegas de elenco e brinca que a responsabilidade dele e dos demais defensores é deixar Aranha o mais sem trabalho possível durante os jogos.  “Eu brinco com o Aranha: hoje vai passar duas bolas, você vê se pega estas duas (rs). Na verdade eu faço uma autocrítica no seguinte sentido: se você faz seu goleiro trabalhar demais, então algo está errado. Contra o Cruzeiro, por exemplo, foram duas  bolas levando perigo e isso é bom, porque quando o goleiro não é muito exigido o tempo todo ele  respira mais e está mais inteiro para uma defesa difícil como aquela cruzada no último jogo”, explica.

No confronto contra o Cruzeiro, por sinal, Rodrigo foi apontado por boa parte da mídia especializada como melhor em campo. O jogador fala sobre a evolução que teve desde a chegada na Macaca. “Quando cheguei disse que vim para Ponte para contribuir com meu futebol e não para encerrar carreira. No início eu precisava me readaptar, porque fiquei um mês parado depois de ter passado um período jogando em alto nível no Vasco. Depois que fiz a primeira partida aqui tive dores musculares, mas na partida passada, minha quarta desde que cheguei, as coisas fluíram melhor, me senti bem em campo, foi um bom entrosamento com Marllon, João , Nino. Todos meus companheiros ajudaram bastante me entrosar com a equipe, que já peguei montada quando cheguei e isso também facilita.”

O jogador faz ainda um elogio ao grupo alvinegro. “Todo mundo está se doando e tem no time um objetivo maior. Particularmente eu estou focado na Ponte e penso grande: por onde fui consegui ganhar títulos eu sei que nossa hora aqui vai chegar, assim como estamos bem no Brasileiro temos a Sulamericana, que é uma competição importante e um caminho mais curto do que um titulo do que o Brasileiro, então temos que focar hoje e dar nosso máximo também na quinta-feira”, pontua.

Para a partida de logo mais, a Ponte não tem nenhum desfalque por cartão ou lesão, ainda que o técnico Gilson Kleina possa optar em não utilizar algum atleta desde o início em virtude de desgastes, já para evitar possíveis problemas futuros. Os ingressos para o jogo, que serão vendidos até o fim do primeiro tempo, custam R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia), contudo o torcedor pontepretano pode se filiar ao TC10+ e, pagando mensalidade de apenas R$ 39,90, tem direito a ver todos os jogos no estádio.

A sala do TC10+ também está aberta neste domingo até o final do primeiro tempo para adesões – quem se filiar agora, por exemplo, pagará os R$ 39,90 e poderá assistir tanto o confronto contra o Palmeiras quanto o da Sulamericana, na próxima noite de quinta, sem ter que pagar ingresso para isso.

Já quem não puder ir ao Majestoso tem como opção ver o jogo por pay-per-view ou ouvir pelas Mas 870 e 1170, FM 99,1 e webradios PonteNews, Alberto César e Macacada Reunida.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS