Ponte Preta enfrenta Palmeiras nesta quinta-feira (05), fora de casa, e Guto Ferreira cobra atenção e atitude do elenco para ter resultado diferente da estreia

Crédito obrigatório para reprodução da foto:
PontePress/GuilhermeDorigatti

A Ponte Preta enfrenta o Palmeiras na noite desta quinta-feira (05), às 19h30, na Allianz Arena. A partida é válida pela 2ª Rodada do Campeonato Paulista e o técnico Guto Ferreira quer equipe com uma postura diferente da que perdeu para a Portuguesa, em casa, no último final de semana. Para o treinador, que buscou corrigir algumas situações ao longo da semana, os atletas têm que mostrar mais atenção e atitude dentro de campo.

 

“Fizemos treinos de bola parada na terça e ontem, para evitar situações de jogo que acabam acontecendo. No jogo passado houve vacilos, desatenção e nós não podemos perder uma partida do jeito que perdemos no domingo, quando tínhamos as condições de ganhar e dermos três gols para eles. Inclusive no último treino teve um erro de indecisão no trabalho tático e eu falei justamente isso: ‘vocês ficam indecisos, não tomam a posição e depois o adversário toma a posição, sai na frente e muitas vezes perdemos o jogo por essa indecisão’. Tem que ter atitude, iniciativa”, diz o comandante alvinegro.

 

Guto reforça que o time tem que ser proativo. “Tem que fazer acontecer. É normal em termos de inicio de trabalho? É. Mas nós temos que, o quanto antes, corrigir esses problemas, essas falhas, e não ter mais desatenção”, cobra o treinador, que reforça que seus atletas têm condições de jogar bem mesmo contra um rival embalado.

 

“O que preocupa é o todo, o momento deles, mas a Ponte não pode ter uma postura passiva. Tem que buscar enfrentar o Palmeiras de igual para igual, da melhor maneira possível, marcando forte, jogando, fazendo o que pode de melhor”, afirma o comandante. Sobre o adversário da noite, Guto Ferreira sabe que vai enfrentar um time que está empolgado com o planejamento feito nesse início de temporada. Todavia, entende que ao conseguir um grande resultado contra um time que está em condições mais favoráveis pode dar um gás a mais ao seu grupo.

 

“Nós estamos acompanhando o Palmeiras. É o time que mais investiu. Contratou 18 reforços. É uma equipe que em relação ao ano passado, só pelas contratações que deve estar dentro do campo, tem o Lucas, Victor Hugo, Zé Roberto, Gabriel, Robinho, Leandro, Dudu, corre o risco de ter o Rafael Marques, mas aí não sei no lugar de quem ele jogaria. Fora o banco. Do time do ano passado tem o Fernando Prass, o Tóbio e o Renato, que se machucou e não sei se joga, além do Allione que já estava lá, mas só atuou no segundo semestre”, enumera.

 

Por isso, Guto quer a Ponte ligada o tempo todo. “Teremos toda atenção do mundo. O Palmeiras é um time perigoso, que se deu muito bem nos amistosos. Vem com confiança, uma euforia danada dentro da situação, e é normal. É um ótimo jogo para nós nesse momento, até porque fazendo uma grande partida, conseguindo uma vitória, também vamos ganhar moral”, acredita o técnico, que ressalta que seu elenco tem plenas condições de reverter a situação ruim da primeira rodada da competição.

 

“Nós tivemos um jogo aqui contra a Portuguesa em que, a meu ver, fomos superiores e atuamos para ganhar. Mas em um aspecto nós entregamos a vitória para eles, com erros capitais que não podem ocorrer. Isso mostra situações para as quais  temos que estar alertas, mas não podemos fazer disso terra arrasada. Sabemos que há um caminho a ser seguido, temos que fazer correções pontuais e buscar pontuações que nos deixem entre os finalistas”, completa.

 

Ingressos

 

A diretoria da Ponte Preta não desistiu e os ingressos para a torcida alvinegra na partida desta quinta, contra o Palmeiras, tiveram o preço reduzido pela metade. O valor original era de R$ 200,00 – porque a torcida visitante está localizada na mesma área do torcedor da casa fica no gol sul, supostamente uma área nobre do estádio onde o palmeirense paga R$ 200,00, e pelo Estatuto do Torcedor não podem ser cobrados preços diferentes para setores no mesmo local.

 

Atendendo a pedido da diretoria pontepretana, o presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, pediu uma autorização para a Federação Paulista para fazer um preço promocional em vez dos R$ 200,00 por torcedor. O valor foi reduzido para R$ 100,00 para todos os 1202 ingressos disponibilizados para a torcida alvinegra. As vendas de ingressos para a Ponte ocorrerão somente nos pontos de venda e na bilheteria do visitante no dia da partida, iniciando-se assim que o policiamento autorizar. 

 

Quem preferir acompanhar o jogo de casa tem como opções o Première FC na televisão e, no rádio, FM 99,1 e AM870 e 1170. Outra opção, pela internet, são as webrádios Macaca Reunida e Ponte News.

 

 

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS