Ponte enfrenta Fortaleza, nessa sexta (26), no Castelão e Kleina quer time com atitude forte, para encarar o líder da Série B

 

Foto: PontePress

A Ponte Preta tem mais um importante desafio, na noite dessa sexta-feira (26), pelo Campeonato Brasileiro Série B. A Macaca enfrenta o Fortaleza, no estádio Castelão, na capital cearense, às 20h30 e para esse duelo o técnico Gilson Kleina terá desfalques. Lucas Mineiro, suspenso, João Vitor e Bruno Ramires lesionados, estão fora da partida e fazem o treinador repensar o setor de meio-de-campo do time. “Com essas baixas que tivemos na semana, mudaremos um pouco a característica do sistema, até por conta dos jogadores que estão entrando. Trabalhamos com essa formação e fizemos também com três volantes”, afirma o treinador, que espera ver o time empenhado, independentemente de quem entrar.

“É importante termos uma atitude forte lá fora, como fizemos contra o CSA. Estamos mudando peças, mas não pode mudar a vontade de vencer Confiamos em todos e é nesse momento que avaliamos o grupo. Se faz parte desse elenco é que tem valor. Todo jogador tem que mostrar e brigar por titularidade. Tem que ser dessa forma para que eu treinador tenha uma dor de cabeça a mais para definir. Os atletas estão tendo uma entrega muito grande, todos que estão entrando, tem correspondido e espero que no início do jogo isso possa acontecer também”, ressalta.

Com 46 pontos na tabela, Kleina sabe que, apesar de estar em uma sequência positiva de resultado, vai enfrentar um time que tem tido um rendimento constante em toda a competição. O Fortaleza lidera com 60 pontos. “Estamos vivendo um jogo de cada vez. Vamos enfrentar o líder, uma equipe muito regular no campeonato, sendo que nos últimos 16 jogos eles tem 12 vitórias. São muito fortes dentro dos seus domínios. Mas se tem um momento de emplacar a quarta vitória é esse. Mas com os pés no chão, mantendo nossa identidade, estamos com uma maior confiança, mas temos que manter nossa ambição. Não podemos entrar em zona de conforto e entender que ainda temos muito a crescer nesse campeonato”, cobra o técnico, que acrescenta.

“É uma atmosfera de jogo de Série A. Pegaremos uma arena, com uma torcida muito motivada, em um trabalho muito competente que foi implantado dentro do Fortaleza esse ano. Eles não são líderes à toa, e observando a equipe, nós vimos o porquê lideram. A equipe não oscilou. Perdeu jogos, mas não teve sequência negativa. Sempre reagiu. Nos últimos jogos fez gols nos acréscimos, pois buscam sempre a vitória. Vamos fazer de tudo para blindar esse clima aos jogadores jovens, mas eles também tem que começarem a calejar. Esse momento é de ambição com a camisa da Ponte, para que trabalhemos nessa atmosfera e isso diferencia o jogador para esse tipo de jogo”, enfatiza.

O técnico pontepretano projeta no confronto contra os cearenses, mais uma final. “É um jogo decisivo mais uma vez para nós. Mais seis decisões para nós e se pretendemos ter algo maior no campeonato, temos que ser competentes também contra uma equipe que é líder e que tem muito conceitos. Mas espero que nós consigamos prevalecer, naquilo que estamos trabalhando e confio nos atletas que estão entrando”, completa. A partida desta noite tem transmissão prevista pela SporTV e pay-per-view. Outra opção é ouvir pelas rádios esportivas de Campinas, as AMs 870, 1170 e 1270, ou a FM 99,1. As webrádios PonteNews, Esportiva, Futebol Interior e Macacada Reunida também transmitem o duelo.

 

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS