Ponte enfrenta Figueirense neste sábado (13), no Majestoso e “chato” Wendel acredita em Macaca forte na sequência do Brasileiro

 

Foto: PontePress/FábioLeoni

A Ponte Preta enfrenta o Figueirense neste sábado (13), às 18h30, no Moisés Lucarelli. A partida é válida pela 20ª Rodada do Campeonato Brasileiro Série A e a Macaca quer começar o 2º turno com vitória. O técnico Eduardo Baptista conta com a volta do zagueiro Douglas Grolli e do volante Wendel. Este último, que chegou a pouco no elenco, mas já conquistou seu espaço entre os titulares e o apelido de “chato” entre os colegas.

 

“Muitos me chamam de o chato da bola, do treino, do rachão, mas eu levo na brincadeira. É característica e às vezes chamando atenção do companheiro para marcar na direita, na esquerda, para frente ou para trás, corrige um pouco o posicionamento. Isso evita gols e facilita bastante. Carrego isso desde novo e não precisa perder isso já velhinho não é mesmo? É sempre bom poder ajudar e frisando mais uma vez, espero terminar o ano com uma excelente campanha, quem sabe com a Ponte fazendo sua melhor campanha na história dos pontos corridos”, afirma o jogador, que comenta sobre mais um confronto contra o Figueirense, após a goleada de 5 a 0 aplicada sob o time catarinense pela Copa do Brasil.

 

“É um campeonato diferente. Eu vejo que eles irão vir com atenção redobrada, por não estar em um bom momento na tabela. O Eduardo tem passado para nós o que temos que fazer, corrigir, manter as coisas boas do 1º turno e agora melhorar. O 2º turno é diferente. As equipes conseguiram se qualificar, então serão jogos mais aguerridos e temos que estar preparados para isso já neste sábado”, explica o volante, que analisa seu início com a camisa alvinegra.

 

“Individualmente eu fiquei contente, por logo que cheguei já ter oportunidades de jogar e poder contribuir um pouco com a minha experiência. Satisfeito pela produção individualmente. Coletivamente contente porque fizemos uma pontuação melhor do que me 2015. Óbvio que são anos e jogadores diferentes, sem querer comparar. Mas tirando de parâmetro foi algo muito bacana. Vamos procurar repetir e principalmente progredir, pois tenho certeza que se fizermos um 2º turno mais correto do que foi o 1º, quem sabe não podemos almejar algo grande no final”, confia Wendel, que nessa semana em que a Ponte comemorou 116 anos, deixou seu recado à Nação Pontepretana.

 

“É a equipe mais velha do futebol brasileiro. Nós vemos a paixão do torcedor nas ruas, o quanto é apaixonado e isso faz com nós trabalhemos cada dia mais e procure nossos objetivos para agradar essa imensa torcida da Ponte Preta”, completa.

 

Ingressos

 

O valor do ingresso para a arquibancada central é de R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia). A geral (atrás do gol) também tem ingressos a R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia), e o mesmo valor é praticado para a torcida visitante. A arquibancada central descoberta terá 4.500 ingressos disponíveis e a Geral, 3,1 mil (com outros lugares reservados ao TC10+ que preferir ficar ali). O único preço diferenciado para esta partida será o das cadeiras sociais, a R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (meia).

 

Quem não for ao Majestoso, pode acompanhar a partida da Macaca pelo Premiere FC, ou pelas rádios esportivas de Campinas – FM 99,1 e AMs 870 e 1170, e pelas webrádios PonteNews e Macacada Reunida.

 

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS