Ponte busca mais uma vitória em casa, contra a Chapecoense nesse domingo (11), e Kleina ressalta: temos que reencontrar nosso futebol e em nossos domínios somos fortes

 

Foto: PontePress/FábioLeoni

Após perder na última rodada do Campeonato Brasileiro Série A, a Ponte Preta retorna a campo na tarde desse domingo (11) e quer voltar a vencer no Majestoso. A busca pela recuperação na competição inicia às 16 horas, no Moisés Lucarelli, contra a Chapecoense/SC. A equipe adversária também foi derrotada na partida passada, o que faz do duelo ainda mais equilibrado.

“Não adianta ficar achando justificativa pra derrota em Goiás: nós jogamos mal, nãofoi o que vínhamos apresentando, não foi o que a gente treina, eu e os jogadores sabemos disso. Perder no Brasileiro faz parte do jogo, é um campeonato equilibrado, mas não da forma que foi. Tropeços acontecem, como aconteceu com a própria  Chapecoense que fez também um jogo atípico no meio da semana. Mas nós temos que retomar nossa força, nosso futebol”, diz o técnico Gilson Kleina.

Na tabela de classificação, a Macaca está na 8ª colocação, com 7 pontos ganhos. Já o rival catarinense está na 5 ª colocação, com 10 pontos conquistados.  Em um duelo, em que nos últimos dois jogos realizados contra a Chape, a Ponte saiu vencedora dentro do Majestoso, a expectativa é de muita luta para fazer as pazes com a vitória.

Além das duas vitórias conquistas em casa, na história do confronto em Brasileiros, em outras duas oportunidades em que se enfrentaram, na Arena Condá, em Chapecó/SC, o resultado foi de empate. O que é mais um ingrediente que mostra o equilíbrio de forças entre os times. Kleina, porém, acredita que o apoio da torcida pode ajudar a mudar esta balança.

“Precisamos reagir r e voltar à nossa identidade, nossa equipe é forte em nossos domínios.  Não podemos deixar de acreditar nem achar que as coisas acontecerão naturalmente: temos que ser focados o tempo todo e viver um jogo de cada vez, e o jogo mais importante de nossas vidas agora é o de hoje, contra a Chapecoense”, diz Kleina, acrescentando que na série A não se escolhe jogo para vencer e é preciso ter sempre um coletivo forte.

Para essa disputa de logo mais, o técnico Gilson Kleina não poderá contar com o volante Élton, suspenso.  O volante Fernando Bob também segue em recuperação no Departamento Médico e não deve estar À disposição para a partida de logo mais.

Ingressos

Para garantir lugar na arquibancada geral (área central descoberta ou cabeceira), cadeira social ou camarote, o torcedor pagará R$ 100,00 (inteira) ou R$ 50 (meia). O mesmo valor é praticado para os 3 mil ingressos à venda para os visitantes.

O Torcedor camisa 10+, porém, paga apenas mensalidade de R$ 39,90 para ter acesso a todos os jogos realizados no Majestoso sem desembolsar um centavo a mais de ingresso. E, vale lembrar, é possível se afiliar ao programa e aproveitar o benefício até o final do primeiro tempo de hoje, na sala do TC10+, no próprio estádio.

Quem não estiver no Moisés Lucarelli, poderá acompanhar a partida pelo Premiere FC. Também é possível ouvir a transmissão da partida pelas rádios FM 99,1, AM 1170 ou 870, e webrádios Alberto César, Macacada Reunida e PonteNews.

 

Notícias Recentes

NOTA DE ESCLARECIMENTO: IVAN

A Ponte Preta informa que, diferentemente do que foi divulgado pelo site Futebol Interior, a Ponte Preta possuí 100% dos direitos econômicos do goleiro Ivan e nem poderia ser diferente, uma vez que a FIFA não permite a transmissão

Leia mais »

REDES SOCIAIS