Ponte concede título de cidadão pontepretano a Zé Mineiro, Edu Pinheiro e Rodrigo Raineri, alpinista que levou a bandeira alvinegra ao topo do mundo

 

A Ponte Preta concedeu na noite deste sábado o título de cidadão pontepretano a Zé Mineiro, Rodrigo Raineri e Edu Pinheiro, durante a festa de 113 anos da Ponte Preta. Desde 2009, a Macaca homenageia durante a celebração pessoas que se destacaram por sua paixão pela Ponte e que prestaram serviços relevantes ao time, bem como nomes de destaque na área política, social, de mídia ou entretenimento.

 

 

O primeiro a subir ao palco foi José Antônio Fernandes da Silva, o Zé Mineiro. Pontepretano roxo que  atua em prol do clube há mais de duas décadas, ele trabalha como  relações públicas da Ponte Preta desde 1997, recebendo as delegações visitantes no Majestoso, tarefa que desempenha com primor.  Na vida particular, trabalha na Ceasa Campinas há praticamente meio século, sendo inclusive integrante da associação dos permissionários e presidente do instituto de solidariedade alimentar. Aliás, os que o conhecem sabem também da intensa ação social que desenvolve, sendo um dos integrantes de primeira ordem da turma do macarrão, entre outras ações beneméritas à qual se dedica de corpo e alma. O presidente de honra Sérgio Carnielli entregou a honraria a Zé Mineiro.

O segundo cidadão pontepretano, que recebeu a placa do presidente Márcio Della Volpe, foi o alpinista Rodrigo Raineri, único brasileiro que chegou três vezes ao cume do Everest, a última delas no primeiro semestre deste ano.  Quando esteve lá, ele abriu a bandeira da Ponte no topo do mundo – e na noite de hoje entregou esta bandeira a Della Volpe e Carnielli. Raineri também é um dos palestrantes mais requisitados do Brasil, em especial em empresas, com uma média de 100 eventos por ano, já tendo palestrado a mais de 150 mil pessoas .

 

 

Por fim, uma surpresa: sem saber com antecedência, o Mestre de Cerimônia Edu Pinheiro também recebeu o título de cidadão pontepretano.  “Ele achou que eu apenas falaria sobre o título, mas na verdade subi ao palco para conceder a honraria a ele. Sérgio Eduardo Pinheirode Biasi, o nosso Edu Pinheiro, é um jornalista que tem uma memória fantástica, um arquivo imenso e um bom humor irretocável. Um pontepretano roxo que tem quatro presidentes e o historiador da Macaca na família. Ele merece”, diz o diretor social Giovanni Dimarzio.

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS