Macaca vence, termina Brasileirão com maior pontuação de sua história e, pela primeira vez, com artilheiro da competição: Pottker

 

Foto: PontePress/FábioLeoni

A Ponte Preta enfrentou o Coritiba na tarde deste domingo (11) e venceu os paranaenses pelo placar de 2 a 0, em partida válida pela 38ª Rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Com o resultado, a Macaca foi há 53 pontos na classificação, conquistando sua maior pontuação na competição em pontos corridos e terminou na 8ª colocação na tabela. Os gols da Ponte foram de Pottker e Ravanelli.

E com mais um gol marcado pelo Brasileiro, Pottker chegou a 14 gols somados, e se tornou artilheiro da competição, ao lado de Fred, do Atlético Mineiro e Diego Souza, do Sport. Esta é a primeira vez que um atleta da Ponte se torna artilheiro da competição.

 

 

O jogo

O primeiro lance de destaque foi da Ponte Preta aos 7 minutos. Após lançamento ao ataque, Rhayner e Pottker disputaram a bola, após indecisão do zagueiro Walisson Maia e por pouco não conseguiram pegar a bola para concluir no gol de Rafael Martins.

Minutos depois, Nino Paraíba sofreu falta pelo lado direito, próximo da área. Ravanelli tentou chute direto ao gol do Coritiba, mas Rafael espalmou para escanteio. Aos 29 minutos, Pottker teve boa oportunidade. Wendel lançou o atacante, que ganhou em velocidade do zagueiro, mas Rafael Martins conseguiu abafar na hora conclusão.

A Macaca teve mais uma chance interessante aos 38 minutos. Zé Roberto deu lindo passe por cobertura para Ravanelli, que chutou mascado, para defesa do goleiro do Coritiba. Na sequencia, após cobrança de escanteio, Matheus Jesus pegou a sobra e arriscou de primeira, mas novamente Rafael fez a defesa. Sem mais lances importantes, o primeiro tempo terminou empatado em 0 a 0.

O segundo tempo começa e a Ponte teve pênalti ao seu favor aos 8 minutos. Após chute de Zé Roberto, Rafael Martins não conseguiu segurar e derrubou Pottker dentro da área. No lance, o arqueiro se lesionou e deu lugar a William. Pottker foi para a cobrança e abriu o placar.

A Macaca chegou ao segundo gol aos 19 minutos. Após cruzamento pelo lado direito de Nino Paraiba, Ravanelli completou de cabeça no fundo do gol do Coritiba. Após o segundo gol, a Ponte continuou a pressão em cima do adversário.

Aos 36 minutos o Coritiba teve chance com Vinícius, que chutou de longa distância, mas Aranha espalmou para fora. A Ponte teve mais uma chance no minuto final de partida. Novamente Pottker foi lançado, mas o goleiro adversário atrapalhou a definição da jogada. Sem mais lances de destaque, o placar final foi de 2 a 0 para a Ponte.

 

 

Ficha Técnica:

 

Ponte Preta: Aranha (Ivan), Nino Paraíba, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Breno Lopes, Wendel, Rhayner, Matheus Jesus e Ravanelli, Zé Roberto (Léo Cereja) e Pottker.  Técnico: Felipe Moreira

Coritiba: Rafael Martins, Dodô, Walisson Maia, Romercio e Geovane; Ícaro, Julio Rusch (Carvalho), Bernardo, Yan Sasse (Ruy); Iago Dias e Vinícius Técnico: Paulo César Carpegiani

 

Local: Estádio Moisés Lucarelli, Campinas/SP

Árbitro: Francisco de Paula dos Santos Silva Neto – RS

Auxiliares: Lucio Beiersdorf – RS e Alexandre Pruinelli Kleiniche – RS

Cartões amarelos: Walisson Maia (Coritiba)

Gols: Pottker e Ravanelli (Ponte Preta).

Público: 3.095 torcedores

Renda: R$ 23.445,00

 

 

 

Notícias Recentes

REDES SOCIAIS